Velocista queniano é o primeiro caso de doping dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Velocista queniano é o primeiro caso de doping dos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020

Compartilhe

 


A Agência de Testagem Internacional (ITA), anunciou o primeiro caso de doping dos Jogos Olímpicos. Segundo o órgão, o velocista queniano Mark Odhiambo testou positivo para methasterona e metabolitos (anabólico androgênico de esteroides), durante uma testagem fora de competição no dia 28 de julho.

O atleta de 28 anos estava na start list dos 100 m rasos, e foi informado poucas horas antes de sua participação na prova de que estava provisoriamente suspenso.

Mark é o segundo queniano a testar positivo durante os Jogos Olímpicos, o primeiro caso de doping registrado por um queniano foi de Simon Kemboi, que estava previamente inscrito para disputar o 4 x 400 m nas Olímpiadas de Sydney-2000.

O velocista já recorreu no Tribunal Arbitral do Esporte (CAS) e aguarda decisão.

Foto: The Star

Nenhum comentário:

Postar um comentário