Tufão pode trazer ondas de até 3 metros para estreia do surfe nos Jogos Olímpicos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Tufão pode trazer ondas de até 3 metros para estreia do surfe nos Jogos Olímpicos

Compartilhe

A previsão inicial de que a competição de surfe na praia de Tsurigaki seria ondas pequenas - o que é comum nessa época do ano - pode ir por água abaixo por culpa de um tufão. Segundo o site especializado 'surfline', no dia 25 de julho - dia do início da disputa do surfe olímpico, existe a previsão de que um tufão passará por perto de Chiba - onde a praia de Tsirigaki fica localizada - o que causará ondas de 3 a 5 metros de altura. Ondas maiores ajudam muito no estilo de surfe dos surfistas brasileiros na disputa,  Ítalo Ferreira e Gabriel Medina no masculino e Tati Weston-Webb e Silvana Lima no feminino.


Lembrando que ainda é muito cedo para confirmar que terá mesmo um tufão passando por perto do Japão no dia 25, somente a partir do dia 18 os meteorologistas poderão fazer uma previsão mais detalhada, mas as possibilidades são grandes. E ainda a possibilidade de outro tufão durante a janela da competição, que começa no dia 25 e terminará no máximo no dia 1 de agosto.


Em 2019, um tufão trouxe ondas grandes para os últimos dias de disputa do ISA Games, em Miyazaki, também no Japão. Nessa competição, Italo se sagrou campeão e Medina ficou em terceiro no masculino, enquanto Silvana Lima foi vice na disputa feminina. 


Para a competição de surfe olímpica, os 40 surfistas (20 homens e 20 mulheres) foram divididos em 10 baterias para serem disputadas na praia de Tsurigasaki, de acordo com o ranking de classificação da International Surfing Association (ISA). Italo e Medina serão os cabeças de chave da competição masculina.


foto: Sean Evans/ ISA

Nenhum comentário:

Postar um comentário