Seleção feminina de futebol perde para o Canadá nos pênaltis e é eliminada dos Jogos Olímpicos - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Seleção feminina de futebol perde para o Canadá nos pênaltis e é eliminada dos Jogos Olímpicos

Compartilhe

O Brasil perdeu nos pênaltis para o Canadá e foi eliminado do futebol feminino em Tóquio 2020. Após 0 a 0 no tempo regulamentar e na prorrogação, as canadenses venceram por 4 a 3 nas penalidades e avançaram para a semifinal, onde enfrentam as vencedoras do duelo entre Estados Unidos e Países Baixos.

O Canadá foi melhor nos primeiros 30 minutos da partida, conseguindo em vários momentos assustar a defesa brasileira. O Brasil não estava conseguindo trabalhar com a bola no meio campo, com as zagueiras tentando lançamentos diretos ao ataque. 

Aos 32 minutos, a árbitra marcou um pênalti de Chapman em Duda, mas após rever o lance no vídeo, a penalidade foi anulada. Na sequência, o Brasil começou a chegar mais no ataque com Debinha perdendo um gol cara a cara com a goleira.

Na volta do intervalo, o Brasil voltou um pouco melhor, conseguindo trabalhar mais a bola no ataque. Mas o Canadá deu um susto com uma bola no travessão aos 14 do 2º tempo.

O Brasil conseguiu mais ritmo de jogo com as entradas Ludmilla e Angelina no lugar de Bia Zaneratto e Formiga. Mas a seleção feminina ainda sofria para completar suas jogadas no ataque e tinha suas melhores finalizações defendidas pela goleira Labbe. 0 a 0 e o jogo foi para a prorrogação.

Na prorrogação, o Canadá voltou melhor fisicamente e deu trabalho para as brasileiras. As melhores chances do Brasil, foram com Ludmilla, que fez uma ótima arrancada, que terminou num choque com a goleira canadense, e Debinha que teve um chute de fora da área passando rente à trave.

Nas penalidades, a goleira Bárbara começou bem defendendo a cobrança de Cristine Sinclair, craque da seleção canadense. O Brasil ficou em vantagem até quarta cobrança, quando Labbe defendeu o chute de Andressa Alves. Na sequência, Vanessa Gilles converteu, mas Rafaele teve sua cobrança defendida pela goleira canadense. Fim de penalidades: 4 para o Canadá e 3 para o Brasil.

Foto: Sam Robles/CBF

Nenhum comentário:

Postar um comentário