Robert Scheidt se garante na regata da medalha com sexta colocação - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Robert Scheidt se garante na regata da medalha com sexta colocação

Compartilhe
Vela Brasil atletas

A sexta-feira (30) marcou mais um dia de disputas da vela nos Jogos Olímpicos de Tóquio, com mais brasileiros em ação. Robert Scheidt competiu nas últimas duas regatas regulares da classe Laser e avançou à regata da medalha na sexta colocação geral, estando na briga pelo pódio. Já as campeãs olímpicas Martine Grael/Kahena Kunze foram bem e venceram uma regata na 49er FX.

Laser

Scheidt não teve um dia bom. Ele ficou na 24ª colocação na primeira disputa e precisou descartar a pontuação. Na segunda corrida, acabou em 16º. Assim, caiu para a sexta posição na classificação geral, tendo agora 86 pontos perdidos após as dez regatas regulares da classe. A regata da medalha será disputada na madrugada de domingo (01º).

Dono de cinco medalhas olímpicas, Scheidt ainda tem chances de ir ao pódio em Tóquio. Ele está a 15 pontos do segundo colocado, o norueguês Hermann Tomasgaard, e a 12 do terceiro, o croata Tonci Stipanovic. Vale lembrar que a regata da medalha é disputada apenas pelos dez primeiros colocados e ela tem pontuação dobrada. Apesar disso, o ouro já é do australiano Matt Wearn, que não tem como ser alcançado matematicamente na liderança.

49erFX

Martine Grael e Kahena Kunze subiram para a terceira colocação geral na classe 49erFX. Elas venceram a primeira regata do dia, chegaram em sexto na segunda - com uma bela recuperação no final - e concluíram com um 11º. As brasileiras estão com 47 pontos perdidos, a apenas seis das líderes, as neerlandesas Annemiek Bekkering/Annette Duetz, que assumiram a ponta nesta sexta após um péssimo dia das britânicas Charlotte Dobson/Saskia Tidey.

Dobson/Tidey ficaram em 16º, 14º e 15º nas regatas do dia, respectivamente, e caíram para a quarta posição, agora com 48 pontos perdidos. As vice-líderes são as espanholas Tamara Echegoyen/Paula Barceló, com 42 pontos. Restam apenas três provas antes da medal race. As regatas regulares serão disputadas neste sábado (31), enquanto a corrida final está prevista para a madrugada de segunda (01º).

470 feminina

Pela 470 feminina, Ana Luiza Barbachan/Fernanda Oliveira caíram para a sexta colocação geral. Elas tiveram um início de dia ruim, com 14º lugar, mas se recuperaram na sequência e ficaram em quarto. As brasileiras somam 34 pontos perdidos, após seis corridas já realizadas. Elas têm um 15º lugar descartado, logo na primeira disputa, e já venceram uma corrida.

As líderes são Jolanta Ogar/Agnieszka Skrzypulec, da Polônia, com 10 pontos perdidos. Elas já venceram três regatas até aqui. As britânicas Hannah Mills/Eilidh McIntyre aparecem em segundo lugar, com 14, seguidas pelas francesas Camille Lecointre/Aloise Retornaz, com 14. Restam quatro corridas antes da regata da medalha, que está prevista para acontecer na quarta-feira (04).

470 masculina

Bruno Bethlen/Henrique Haddad tiveram um péssimo dia na 470 masculina. Se nos dois primeiros dias eles oscilaram, nesta sexta eles se mantiveram em baixas posições, tendo um 18º e um 19º - que foi descartado - nas duas corridas disputadas. Eles caíram para a 14ª colocação, tendo agora 56 pontos perdidos. A liderança é da australiana Will Ryan/Mathew Belcher, com 11 pontos perdidos. Restam quatro regatas antes da medal race.

49er

Depois de terem seus resultados do dia anterior invalidados após as corridas, Marco Grael/Gabriel Borges sofreram uma nova punição nesta sexta e ficaram em oitavo e em sétimo nas duas regatas seguintes. Eles estão com 100 pontos, na 16ª colocação geral, já sem perspectivas de ir para a regata da medalha, faltando três corridas para a prova final. Os austríacos Benjamin Bildstein/David Hussl ocupam a 10ª posição, com 70 pontos.

Foto de capa: Julio Cesar Guimarães/COB


Nenhum comentário:

Postar um comentário