Richarlison faz dois gols e Brasil se classifica em primeiro no futebol masculino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Richarlison faz dois gols e Brasil se classifica em primeiro no futebol masculino

Compartilhe

Na manhã desta quarta-feira (28), o Brasil venceu a Arábia Saudita por 3 a 1 na última rodada do futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. O resultado classificou a seleção brasileira em primeiro lugar do grupo D e aguarda a definição do grupo C para conhecer seu adversário.


A partida começou com a seleção brasileira buscando espaços para quebrar a linha de cinco defensores da Arábia Saudita. Com isso, o jogo teve um inicio lento nos primeiros minutos. Mas aos 13 minutos, o time brasileiro abriu o placar com Matheus Cunha, após escanteio cobrado por Claudinho vindo da esquerda. O camisa nove marcou o primeiro no torneio e o 19º gol com o time olímpico.


Mesmo com o gol, a seleção não parou de pressionar e quase chegou ao segundo gol com Antony acertando o travessão em cruzamento de Daniel Alves. Só que em menos de dez minutos, a vantagem desapareceu. Em nova falha da defesa brasileira em jogadas pelo alto e o zagueiro Al Amri cabeceou no canto sem chances para o goleiro Santos. Depois do gol de empate, o Brasil pouco fez nos minutos restantes e só chegou perto de marcar em chute de fora da área de Guilherme Arana.


No segundo tempo, o Brasil melhorou com a entrada de Malcom, mas a partida ficou morna novamente. Em determinado momento, a seleção estava em segundo no grupo D com o gol da Costa do Marfim, podendo se complicar ao pegar um caminho teoricamente mais difícil. 


Sabendo do resultado, o time brasileiro se lançou ao ataque e viu Matheus Cunha perdeu um gol feito sem goleiro chutando na trave. Porém aos 30 minutos, Richarlison aproveitou uma bola rebatida de cabeça para o meio da área e também de cabeça, desempatou o jogo. Já nos acréscimos, aos 47 minutos, o Pombo marcou o segundo no jogo após boa jogada de Malcom e Reinier, fazendo o 3 a 1 e sacramentando a vitória brasileira.


Foto: Molly Darlington/REUTERS

Nenhum comentário:

Postar um comentário