Rafael Silva cai nas quartas e vai lutar pelo bronze; Maria Suelen sofre lesão - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rafael Silva cai nas quartas e vai lutar pelo bronze; Maria Suelen sofre lesão

Compartilhe
Rafael Silva em luta na Nippon Budokan em Tóquio

A madrugada desta sexta-feira (30) era a mais esperada do torcedor brasileiro no judô, com as categorias pesadas em ação. Maria Suelen Altheman (+78kg) e Rafael Silva (+100kg) acabaram caindo nas quartas de final na Nippon Budokan. Baby disputa a repescagem na luta pelo bronze a partir das 5h, enquanto Suelen não tem condições físicas de retornar à disputa após lesão no joelho.


Cabeça de chave da competição, Baby iniciou o torneio olímpico já na segunda rodada e com vitória diante do azeri Ushangi Kokauri quando vinha em desvantagem. O brasileiro não vinha lutando bem e tinha dois shidôs contra. Mas após mais de 1 minuto de golden score, o número 7 do ranking mundial aplicou belo golpe no adversário que caiu com as costas no chão.


Nas quartas o adversário foi o georgiano Guram Tushishvili, campeão mundial em 2018 e número 6 do mundo. O duas vezes medalhista de bronze em Olimpíadas não conseguiu encaixar seus golpes e acabou acumulando punições por falta de combatividade. A luta ainda foi ao golden score, mas Rafael seguiu não conseguindo encaixar golpes no dojô, caindo por punições.


 

Quem também competiu foi Maria Suelen Altheman, outra grande esperança brasileira de medalha. Três vezes medalhista em Mundiais, Suelen estreou na segunda rodada contra Anamari Velensek, da Eslovênia. A luta iniciou truncada e sem ações de ambas judocas, que foram punidas com shidôs.


Na sequência a atleta brasileira deu uma bela entrada de contra-ataque não validada pela arbitragem, porém continuou tentando entradas contra a eslovena, punida novamente - desta vez por falso ataque. O VAR então novamente foi acionado e confirmado uma tentativa da eslovena de usar a cabeça para sair da pegada de Maria Suelen. Mais uma punição e vitória do Brasil.


O duelo das quartas foi contra a francesa Romane Dicko, mas não demorou muito. Dicko emplacou uma pegada forte com a mão por trás da brasileira e ficou confortável para aplicar um golpe. O pé de Suelen prendeu no tatame e uma entorse no joelho foi registrada. Wazari para Dicko e cenas fortes de lesão da brasileira, que saiu de maca da Arena Budokan.


A lesão tira a atleta da tentativa de conquistar sua inédita medalha olímpica. A preocupação também fica para a disputa por equipes mista, marcada para ocorrer neste sábado.


Lenda Teddy Riner cai nas quartas

O lendário francês Teddy Riner, dono de um bicampeonato olímpico e octacampeão mundial, caiu nas quartas de final do torneio olímpico após duas vitórias iniciais. Ele venceu judocas da Áustria e Israel, antes do duelo decisivo contra Tamerlan Bashaev, do Comitê Olímpico Russo.


Teddy Riner antes de sua estreia em Tóquio - Foto: Annegret Hilse/Reuters

Líder do ranking mundial, o russo surpreendeu Riner e venceu a luta, extremamente comemorada pela comissão técnica. Riner vai agora para a tentativa do bronze olímpico. Ele reinicia sua caminhada olímpica às 5h (horário de Brasília) contra o brasileiro Rafael Silva.


Foto em destaque: Wander Roberto/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário