Nathalie Moellhausen perde de italiana na prorrogação e cai na estreia em Tóquio - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Nathalie Moellhausen perde de italiana na prorrogação e cai na estreia em Tóquio

Compartilhe

Durou pouco a participação da atual campeã mundial de espada feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio. A brasileira Nathalie Moellhausen, uma das maiores esperanças de medalha do país no primeiro dia olímpico, foi superada na noite desta sexta-feira (23) pela italiana Rossella Fiamingo, por 10 a 9, na prorrogação, e deu adeus ao megaevento logo em sua estreia.

Apesar de ser cabeça de chave número 3 do torneio, Moellhausen deu azar no chaveamento e acabou enfrentando uma rival de peso logo de cara. A italiana Fiamingo já foi campeã mundial duas vezes e conquistou a medalha de prata na Rio-2016. Nathalie, que hoje defende a bandeira brasileira, é nascida na Itália e foi companheira de equipe de Fiamingo em Londres-2012. 

Em confrontos diretos, Fiamingo levava vantagem: quatro vitórias contra uma de Nathalie. Somados todos esses fatores, a brasileira encontrou muita dificuldade em todo o jogo, que só foi decidido no ponto de ouro. A italiana conseguiu os três primeiros toques até Nathalie conquistar seu primeiro ponto. Em seguida, as duas fizeram um toque duplo e o primeiro assalto foi encerrado em 4 a 2 para a italiana.

Rosella fez o quinto ponto em um contra-ataque, mas a brasileira reagiu logo em seguida, conseguindo dois toques na sequência. Após muito estudo, Nathalie anotou o empate já no final do assalto, encerrando a segunda parcial em 5 a 5. A brasileira ganhou confiança e passou a frente no início do último período, em 6 a 5. 

Um toque duplo colocou 7 a 6 no placar em favor de Nathalie, mas a italiana empatou em seguida, passando a frente a um minuto do fim. Fiamingo ampliou em 9 a 7 na sequência, mas a brasileira reagiu e conseguiu o empate em oito segundos, encaminhando o duelo para a prorrogação. Lá, Moellhausen não conseguiu se impor e sofreu o toque da adversária. 

Assim, Moellhausen dá adeus de forma precoce ao torneio olímpico. Ela é dona do melhor resultado brasileiro em Olimpíadas, tendo chegado às quartas de final na Rio-2016. Já Rosella está garantida nas oitavas de final e voltará à pista às 01h35 desta madrugada, para enfrentar a vencedora do confronto entre a polonesa Aleksandra Jarecka e a russa Violetta Kolobova.

Foto de capa: Miriam Jeske/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário