Com show da goleira Babi, Brasil atropela Hungria no handebol e vence a 1ª em Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Com show da goleira Babi, Brasil atropela Hungria no handebol e vence a 1ª em Tóquio 2020

Compartilhe

A seleção brasileira de handebol feminino conquistou sua primeira vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio nesta terça-feira (27). Com grande atuação da goleira Babi Arenhart, o Brasil aplicou o placar de 33 a 27 para vencer a Hungria, em jogo válido pela segunda rodada do Grupo B.

Kattrin Gitta Klujber abriu o placar com um tiro de 7 metros, mas rapidamente Alexandra Nascimento empatou, com bela finalização. No entanto, as ações dominantes no início do jogo foram protagonizadas pela Hungria, que abriu 4-1 nos cinco primeiros minutos da partida.

Mas a seleção brasileira aproveitou as boas oportunidades durante uma exclusão de dois minutos no time da Hungria, encostou no placar e buscou a virada com gol de Duda Amorim aos 9:52, mesmo com uma jogadora a menos em quadra.

Com belas defesas, Babi foi fundamental para a manutenção da liderança no placar para a seleção brasileira. Foram 8 defesas em 18 arremates húngaros só no primeiro tempo. No ataque, a destaque do Brasil no primeiro tempo foi Ana Paula Rodrigues, com aproveitamento de 100% dos ataques e 4 gols marcados.

Babi teve atuação determinante no primeiro tempo. Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters
O ápice do Brasil no primeiro tempo foi aos 25:13, quando com um gol de Ana Paula, nossa seleção abriu cinco tentos de vantagem para a seleção húngara. Nossas adversárias erraram muitos passes e marcaram apenas 11 gols em 23 tentativas (48% de eficiência).

Com amplo controle do jogo e mais intensidade que as adversárias, o Brasil fechou o primeiro tempo com vitória parcial por 17 a 11.

No segundo tempo o Brasil começou no mesmo ritmo. Duda Amorim marcou o primeiro gol e o Brasil ainda contou com mais uma grande defesa de Babi no primeiro minuto.

A Hungria passou a pressionar o Brasil durante uma power play dupla, mas não foi tão efetiva, cortando apenas um gol na larga vantagem estabelecida pela nossa seleção.

Na faixa dos 15 minutos, a Hungria novamente aproveitou mais uma exclusão brasileira para cortar a vantagem para cinco gols. Mas com os belos gols de Ana Paula e Samara, o Brasil abriu sete tentos. A partir disso, a tarefa era apenas manter a margem construída.

Mais relaxada, a seleção cedeu gols no fim do jogo, mas garantiu a vitória com seis tentos de vantagem para as húngaras. O Brasil teve duas grandes destaques no setor ofensivo, com 100% aproveitamento dos remates para a central Ana Paula (que fez sete gols) e outros sete tentos anotados pela armadora esquerda Samara, que fez onze disparos ao gol. 

A seleção brasileira terminou a partida com 69% de aproveitamento nos disparos ao gol e quatro exclusões, contra três da Hungria. 

O próximo confronto do Brasil válido pelo Grupo B no handebol feminino, será contra a seleção da Espanha, no dia 28 de julho, às 23h.

Foto: Gonzalo Fuentes/Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário