Com início arrasador, Brasil vence a Coreia do Sul na estreia do vôlei feminino - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Com início arrasador, Brasil vence a Coreia do Sul na estreia do vôlei feminino

Compartilhe


A seleção feminina de vôlei estreou com vitória nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Com início arrasador no primeiro set, as brasileiras chegaram atropelando as adversárias e venceram por 3 sets a 0 (25-11;25-22;25-19). Grande nome da partida, Fê Garay marcou 17 pontos. O Brasil também brilhou no bloqueio, tendo pontuado 10 vezes nesse fundamento.


A seleção brasileira volta às quadras no dia 27, às 7:40h horário de Brasília, para enfrentar a República Dominicana. Confrontos válidos pelo Grupo A.


O Brasil começou a partida com Macris, Gabizinha, Fê Garay, Tandara, Carol (Carolana), Carol Gattaz e a nossa líbero Camila Brait. Já a Coréia do Sul entrou com Heejin Kim, Yang, Yeon Koung Kim, Su Ji Kim, Park, Yeum e a líbero Oh entre as titulares.


Como foi o jogo


A seleção da Coreia saiu na frente após dois erros de ataque consecutivos de Tandara, mas a seleção brasileira não permitiu que as adversárias avançassem muito mais do que isso, virando o jogo e abrindo logo seis pontos de vantagem. Após os dois pontos iniciais, as sulcoreanas conseguiram marcar apenas mais uma vez enquanto o Brasil abriu larga vantagem de 11 pontos em 14 a 3. Com bela atuação de Fernanda Garay no primeiro set, a seleção brasileira seguiu atropelando as adversárias e entrou na reta final do set com 21 x 6 no placar. Mesmo após uma sequência de três pontos das adversárias, o Brasil chegou as 24 com o incrível número de 15 pontos do jogo, mas precisou apenas de dois para fechar o jogo em 25 a 11.


Segundo set começou com Brasil (e Fê Garay) acelerados novamente, mas o placar ficou um pouco mais equilibrado. Encaminhando para a metade do set, Brasil e Coreia chegaram quase empatados em 10 a 9, mas as brasileiras conseguiram abrir um pouco mais, tendo achado um 19 a 14 no placar. As coreanas conseguiram chegar perto na reta final, ficando a dois pontos do Brasil em 20 a 19. Brasil venceu um desafio importante e abriu 21 a 19, mas após um erro de saque de Gabi as coreanas voltaram a encostar no momento mais importante do set. Tandara, que até esse ponto vinha cometendo bastantes erros no ataque, mandou mais uma bola para fora e facilitou o empate das coreanas em 22 pontos. Hora da inversão feita pelo técnico do Brasil. Entra Roberta e Rosamaria no lugar de Macris e Tandara. Uma bela pipe da Gabi, seguida de um importantíssimo bloqueio de Rosamaria deram ao Brasil o primeiro ponto de jogo do segundo set. E de novo ela! Rosa fechou a segunda parcial de jogo por 25 a 22.


A história do terceiro set começou um pouco diferente, com a Coreia abrindo uma vantagem mais larga no placar. Chegaram a 6 a 3 no início da parcial. A linha de passe do Brasil começou a sofrer um pouco mais com o saque das adversárias, e viu as coreanas abrir 5 pontos de vantagem. O treinador brasileiro mais uma vez confiou na inversão para trazer a seleção de volta para o jogo, e novamente Roberta e Rosamaria agarraram firme a oportunidade. Brasil empatou o jogo em 9 pontos. As duas seleções chegaram empatadas em 14 pontos, mas a inversão se mostrou fundamental para a reação brasileira, que conseguiu virar o placar e abrir 17 a 14. Daí a seleção disparou no placar, tendo o primeiro set point em 24 a 18. Ana Cristina, a jovem de apenas 17 anos, entrou em quadra pela primeira vez e fez sua estreia em Olimpíadas. Sem maior dificuldades, o Brasil fechou o set - e o jogo - com placar de 25 a 19.

Nenhum comentário:

Postar um comentário