Alison e Álvaro não sofrem contra dupla argentina no início do vôlei de praia olímpico - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Alison e Álvaro não sofrem contra dupla argentina no início do vôlei de praia olímpico

Compartilhe
Alison e Álvaro em partida contra argentinos no vôlei de praia

O Time Brasil começou com o pé direito a competição olímpica de Tóquio-2020 no vôlei de praia. A dupla formada por Alison e Álvaro passou com tranquilidade pelos argentinos Julian Azaad e Nicolás Capogrosso pelo placar de 2 sets a 0 (21/16 e 21/17) na noite desta sexta-feira (23). 


O jogo, realizado na arena montada no Parque Shiozake, foi válido pelo grupo D do torneio masculino. Além dos brasileiros e argentinos, Lucena/Dalhausser (USA) e Brouwer/Meeuwsen (NED) completam o forte grupo.


No duelo, os brasileiros rapidamente assumiram o placar do primeiro set em 5 a 3 após erro de ataque do Azaad. Eles seguiram em vantagem o resto da parcial, sempre com os argentinos sacando no bloqueador Alison. Azaad e Capogrosso tentaram mudar a estratégia, sacando em Álvaro, mas foi em vão, já que um ace da dupla do Brasil finalizou o primeiro set em 21/16.


O time argentino, que obteve classificação no Pré-Olímpico da América do Sul, abriu o segundo set melhor que vinha demonstrando no primeiro. Alison/Álvaro só assumiram a frente no placar em 10/9, já castigados pelo forte calor em Tóquio. A partir daí, só deu Brasil, com saque mais eficiente até fechar o jogo em 21/17 e 2 sets a 0.


O jogo entre Brasil e Argentina foi o primeiro do torneio de vôlei de praia, já que a partida anterior não aconteceu. É que a dupla feminina Hermannova/Slukova, da República Tcheca, abandonou o torneio após Slukova positivar para Covid-19. 


O capixaba Alison e o paraibano Álvaro retornam à quadra na próxima terça-feira (27) em duelo contra os norte-americanos Lucena e Dalhausser, às 12h, no horário de Brasília. 


Surte +:  Handebol brasileiro é derrotado pela Noruega na sua estreia em Tóquio


Foto em destaque: Wander Roberto/COB

Nenhum comentário:

Postar um comentário