Seleção de ginástica artística masculina do Brasil entra em ação no treino de pódio para o Pan-Americano - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Seleção de ginástica artística masculina do Brasil entra em ação no treino de pódio para o Pan-Americano

Compartilhe


A seleção brasileira de ginástica artística masculina está realizando nesta quarta-feira (2) o treinamento de pódio do Campeonato Pan-Americano, que será disputado no próximo final de semana, na Arena Carioca 1, no Rio de Janeiro.

A importância do treino de pódio é muito grande – trata-se de uma oportunidade de se realizar uma avaliação minuciosa dos atletas, que subsidiarão diversas decisões.

“Vamos avaliar quais ginastas vão competir. Temos várias estratégias envolvidas nessa competição. Uma delas é utilizá-la como preparação de atletas que possivelmente estarão nos Jogos Olímpicos de Tóquio, além de ser importante para nós termos um bom resultado pelo fato de o Brasil ser sede, e por querermos manter nossa imagem de potência mundial na ginástica. E ainda temos dois atletas que estarão disputando uma vaga olímpica mundial”, diz Marcos Goto, coordenador da seleção de ginástica artística masculina, referindo-se a Tomás Florêncio e a Diogo Soares.

Na avaliação de Juliana Fajardo, chefe da delegação do Brasil, o Campeonato Pan-Americano será importante, sobretudo, para que os ginastas da seleção de ginástica artística masculina retomem a rotina.

“Essa competição marca o retorno dos brasileiros depois de mais de um ano sem competições. O Pan será muito importante para a preparação dos atletas que poderão compor a equipe nos Jogos Olímpicos. Temos também a busca para mais uma vaga olímpica. Continuamos com o foco do trabalho na equipe e com o objetivo principal de quebrar o gelo após longo período fora do cenário competitivo. Queremos que nossos atletas se sintam seguros e confiantes para essa retomada”.

O treino de pódio da subdivisão 2, da qual faz parte a equipe brasileira, inclui também as representações da Argentina e dos Estados Unidos, a partir das 16h30 (hora de Brasília).

Foto: Ricardo Bufoli/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário