Marcelinho Huertas se junta a seleção brasileira as vesperas do inicio do Pré-Olímpico de basquete na Croácia - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Marcelinho Huertas se junta a seleção brasileira as vesperas do inicio do Pré-Olímpico de basquete na Croácia

Compartilhe


Com quase 70 jogos na última temporada com o Tenerife, o armador e capitão da Seleção Brasileira Marcelinho Huertas juntou-se ao grupo em Gliwice, cidade polonesa onde a equipe faz a última etapa de preparação para o Pré-Olímpico de Split. Após um ano desgastante, Huertas ganhou alguns dias a mais de folga e na segunda-feira (21), já fez seu segundo treino com o elenco, retornando para a Seleção após o Mundial da China.

- A sensação é sempre boa, voltar para a Seleção com meus companheiros de longa data, outros que chegaram agora, mas que já tem uma história na Seleção. É sempre especial voltar para os treinos - disse Huertas.

Marcelinho terminou o ano como o melhor jogador sul-americano da Liga Endesa, na Espanha, pela terceira vez na carreira, e fez médias de 14,2 pontos, 6,1 assistências e dois rebotes, além de 14,9 de eficiência. De volta ao time, ele espera contribuir para ajudar o Brasil a se classificar para a Olimpíada de Tóquio 2020.

- Espero fazer o trabalho que estou acostumado a fazer, ser líder dentro da quadra, um bom diretor de jogo, a voz do técnico dentro da quadra e estar inspirado. A temporada foi muito boa e espero poder trazer isso para a Seleção, contribuindo com tudo que eu puder para trazer essa vaga olímpica para o Brasil - garantiu o capitão.

Marcelinho foi revelação do Campeonato Brasileiro em 2002, pelo Paulistano. Em 2004, teve sua primeira convocação e desde então não saiu mais do time.

- Foi em 2004, faz tempo. Foi uma surpresa, existia uma expectativa, mas não sabia quando teria essa convocação. E fui para uma Seleção B, depois a principal para jogar alguns torneios amistosos. E desde então, nunca mais saí. A gente sonha em chegar na Seleção, e é difícil se manter em um grupo seleto de atleta. Passaram-se muitos anos, e eu ainda estou aqui. Espero ficar mais um tempinho, vestindo essa camisa e defendendo o meu país - contou Huertas.

Foto: Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário