Filipe Toledo e Tatiana Weston-Webb lideram primeiro dia do Surf Ranch na Califórnia - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Filipe Toledo e Tatiana Weston-Webb lideram primeiro dia do Surf Ranch na Califórnia

Compartilhe

A etapa do Surf Ranch da WSL (Circuito Mundial de Surfe) começou nesta sexta-feira (18) com a realização das primeiras quatro baterias masculinas e primeira feminina, na piscina de ondas de Kelly Slater, na Califórnia. Ao fim do primeiro dia, o Brasil lidera ambas as disputas, com Filipe Toledo e Tatiana Weston-Webb. Yago Dora e Adriano de Souza estão em terceiro e quinto no geral, enquanto Miguel Pupo classificou para a próxima fase. Gabriel Medina e Ítalo Ferreira estreiam neste sábado.


Recebendo pela terceira vez a WSL, o Surf Ranch tem um método diferente de disputa, com seis baterias com seis surfistas cada na primeira rodada e uma fase de volta bônus com os dois melhores de cada bateria e as doze melhores pontuações no geral. Os 24 classificados vão tentar aumentar suas somatórias com mais duas voltas, uma direita e uma esquerda. Apenas os oito melhores passam para a semifinal. Está é a única etapa, onde não há repescagem 


Em sua última temporada como atleta profissional, Adriano está sendo homenageado  nesta etapa por toda a Brazilian Storm e o português Frederico Morais que usam o sobrenome "De Souza" nas costas de seus coletes.


Dono de cinco das seis melhores direitas da história do rancho, Filipe Toledo teve as melhores notas e consequentemente a maior somatória com 17.80.  Sua melhor esquerda foi surfada com fortes rasgadas, perfeição no tubo e um aéreo reverso para finalizar, recebendo 8.93, a melhor onda do torneio até aqui. Em sua melhor direita, ele alternou as manobras com muita velocidade, surfando muito bem um dos tubos e finalizando com um alley oop, marcando 8.83, a segunda maior nota do dia.



Yago Dora fez a terceira melhor esquerda do dia com uma onda muito bem feita com direito a aéreo antes de um dos tubos, além rasgadas velozes, alcançando 8.50 de nota. Sua melhor direita foi um 5.87. O brasileiro se classificou em primeiro na sua bateria com 14.37 no total. Quem se classificou em segundo foi Owen Wright com 7.37 na direita e 6.90 na esquerda, somando 14.27.



Na mesma bateria de Yago, surfou Adriano de Souza, o Mineirinho. O brasileiro fez 13.80 pontos com 7.83 na direita e 5.97 na esquerda. Com o quinto maior somatório do geral, ele pode estar entre as 12 melhores pontuações que vão tentar melhorar suas notas neste sábado e conseguir uma vaga entre os oito semifinalistas.


Miguel Pupo se classificou em segundo na primeira bateria com 12.83 pontos. As notas vieram com quatro batidas no lip na esquerda, marcando 6.60, e na 6.23 na sua segunda direita, com rasgadas velozes e dois tubos sem profundidade. O japonês Igarashi Kanoa passou em primeiro com 15.33 (7,83 + 7,50).


Deivid André foi o quarto na segunda bateria com 11.90, somando 5.77 na direita e 6.13 na esquerda. Ele tem chances remotas de estar entre os 24 que disputam a volta bônus. O líder foi Kelly Slater, que somou as melhores ondas na segunda volta, com 7.43 na direita e 6.27 na esquerda, totalizando 13.70. Junto com ele se classificou o também norte-americano Conner Coffin com 13.00 pontos.


Tatiana Weston-Webb passa tranquila pela sua bateria

A brasileira Tatiana Weston-Webb ficou com a liderança na sua bateria e está garantida nas voltas bônus. A surfista somou 8.00 na esquerda e 6.83 na direita, totalizando 14.83. Na segunda posição passou Stephanie Gilmore, da Austrália, com 13.57 pontos.


A etapa continua suas baterias a partir das 12h deste sábado com a quinta bateria masculina. Além de Gabriel Medina e Ítalo Ferreira, acontecerá a estreia do brasileiro Lucas Vicente, campeão mundial júnior em 2019. O torneio tem transmissão da WSL em seu app, site e Youtube. A ESPN e o Watch Espn transmitem na televisão e streaming.


Foto em destaque: Jackson Van Kirk/ WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário