Douglas Brose e Stephani Trevisan param nas oitavas do Pré-Olímpico de caratê - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Douglas Brose e Stephani Trevisan param nas oitavas do Pré-Olímpico de caratê

Compartilhe


O Brasil segue sem vagas olímpicas no caratê. Três atletas competiram neste sábado (12) no Pré-Olímpico Mundial, em Paris (FRA), mas ficaram longe das finais. Douglas Brose (75kg) e Stéphani Trevisan (61kg) pararam nas oitavas de final de suas respectivas categorias no kumitê, enquanto Dyun Kimura parou na segunda fase do kata masculino.


Brose é bicampeão mundial na categoria até 60kg, mas precisou ganhar 15kg em relação ao seu peso habitual para brigar pelo sonho da vaga olímpica. Mesmo com a adversidade, ele fez uma trajetória consistente no torneio qualificatório, vencendo o sérvio Ljubisa Maric (3 a 3) e o estadunidense Thomas Scott, campeão pan-americano (1 a 0).


O brasileiro, no entanto, foi derrotado pelo jordânio Bashar Alnajjar nas quartas de final, por 4 a 0. Suas esperanças de voltar à competição pela repescagem com uma possível classificação do adversário para a final da categoria se mantiveram vivas. Alnajjar chegou a vencer o neerlandês Timothy Petersen, num combate memorável que foi decidido no último secundo, mas caiu na semifinal.


Stephani Trevisan teve trajetória semelhante no kumitê até 61kg. Ela conseguiu duas vitórias nas lutas de estreia, sobre a finlandesa Monica Kauppi (2 a 0) e sobre a argelina Chaima Midi (3 a 1), e foi eliminada nas oitavas pela francesa Leila Heurtault (2 a 0). A algoz foi eliminada logo nas quartas e a brasileira não pôde seguir na competição.


O experiente Dyun Kimura, por sua vez, ficou entre os 32 melhores do kata masculino. Ele passou pela primeira fase com a quinta melhor performance de seu grupo, mas também foi quinto na segunda rodada, com 23.78 (16.52 + 7.26), posição insuficiente para avançar às fases decisivas.


Até aqui, o Brasil  já disputou seis categorias e teve como melhor resultado as quartas de final de Vinicius Figueira no kumitê até 67kg. Valéria Kumizaki parou nas oitavas do kumitê até 55kg. Para conseguir a classificação aos Jogos, é necessário terminar entre os três melhores da categoria. Outros dois brasileiros lutam neste domingo (13).


Foto de capa: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

Um comentário:

  1. Realmente uma pena não ter a categoria de 60Kg nos jogos. Teríamos 2 fortes representantes.

    ResponderExcluir