Diogo Soares tem boa performance no Pan de Ginástica e Brasil está perto de garantir mais uma vaga olímpica - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Diogo Soares tem boa performance no Pan de Ginástica e Brasil está perto de garantir mais uma vaga olímpica

Compartilhe

A equipe masculina do Brasil teve uma boa apresentação no Campeonato Pan-Americano de Ginástica Artística. Diogo Soares conseguiu nota 82.700 no individual geral e o seu desempenho pode ajudar o país a conseguir mais uma vaga na modalidade.

O Brasil já classificou uma equipe de quatro ginastas para Tóquio 2020, no masculino. O Pan dá duas vagas (com limite de uma por país) e Diogo Soares e Tomás Rodrigues são elegíveis a conseguir uma vaga individual para o país. 

Começando no cavalo com alças, Diogo Soares recebeu nota 12.800 na sua rotina. Nas argolas, foram 13.300 pontos. No salto, teve a melhor nota de execução dos brasileiros (9.6), conseguindo 14.400 no total. Nas barras paralelas, o brasileiro teve uma ótima apresentação recebendo 14.300 pontos.

Na barra fixa, onde Diogo ganhou uma prata nos Jogos Olímpicos da Juventude, o ginasta fez uma bela apresentação que recebeu nota 13,800. Encerrando no solo, o brasileiro acertou todas as acrobacias para receber 14.100 pontos. Com os resultados, o Brasil está prestes a confirmar uma quinta vaga na ginástica artística masculina, precisando secar mexicanos, chilenos e dominicanos que competem na última subdivisão.

Tomás Rodrigues conseguiu nota 81.050 no individual geral. Seus melhores desempenhos foram no cavalo com alças, onde conseguiu 13.400 pontos e no salto onde teve média 14.475. Nas outras apresentações, recebeu 14.050 no solo, 12.850 nas argolas, 13.650 nas barras paralelas e 12.800 na barra fixa.

Caio Souza também fez o individual geral nesta sexta, conseguindo 84.450 pontos. Caio lidera no momento nas argolas, com 14.400, nas barras paralelas, com 14.700. Francisco “Chico” Barretto Jr. e Arthur Nory não competiram em todos os aparelhos. Chico teve como melhor apresentação no cavalo com alças onde teve a melhor nota até o momento na competição com 13.800. Já Nory disputou o salto, o solo e a barra fixa, onde está na liderança do aparelho com 14.400.

No momento, além do Brasil, a outra vaga olímpica iria para os Estados Unidos. Ao fim da segunda subdivisão, Paul Juda estava no segundo lugar no individual geral com 83.000 pontos. A confirmação das vagas virá após a última subdivisão que conta com a participação das equipes do Chile, México e República Dominicana. Vale ressaltar que como Brasil e Estados Unidos já têm uma equipe classificada, a vaga extra conquistada no Pan é do país e não do ginasta, cabendo às federações nacionais decidir os atletas que farão parte da e equipe e quem competirá individualmente em Tóquio.

Na competição por equipes, o Brasil lidera com 251.400 pontos. Os Estados Unidos estão em segundo lugar com 248.400 e a Colômbia em terceiro com 241.750. 

Fotos: Ricardo Bufolin/CBG

Nenhum comentário:

Postar um comentário