Brasil tem início ruim na Seletiva Mundial Paralímpica do tênis de mesa - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Brasil tem início ruim na Seletiva Mundial Paralímpica do tênis de mesa

Compartilhe

Jennyfer Parinos, medalhista paralímpica, disputa a Seletiva Mundial para Tóquio

 

O Brasil não teve um bom início na Seletiva Mundial do tênis de mesa para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, na Eslovênia. Jennyfer Parinos, Paulo Henrique Fonseca, Claudio Massad e Ecildo Lopes, os quatro representantes do país na competição, entraram em ação nesta quinta-feira (03) e perderam todos os seus jogos. Ecildo foi eliminado, enquanto os demais ainda têm chances de ir ao mata-mata.


A medalhista paralímpica Jennyfer Parinos, da classe 9 feminina, foi superada na estreia pela russa Olga Komleva, por 3 a 0 (7-11, 4-11 e 5-11). A adversária desta sexta-feira, às 04h (horário de Brasília), será a alemã Lena Kramm, que também perdeu seu primeiro confronto, contra Komleva. Assim, quem vencer o duelo se garante na semifinal. 


Paulo Henrique Fonseca, da classe 7 masculina, perdeu para o alemão Jochen Wollmert, por 3 a 0 (7-11, 9-11 e 4-11). Ele, que é o mais novo entre os brasileiros na seletiva, tem situação semelhante a de Jennyfer: precisa vencer o argentino Aleksy Kaniuka, às 06h desta sexta, para avançar de fase. Caso perca, estará eliminado.


Claudio Massad, representante na classe 10 masculina, fez jogo duro contra o montenegrino Luka Bakic, mas também perdeu, por 3 a 0 (7-11, 4-11 e 9-11). Ele buscará vaga nas oitavas de final diante do iraquiano Abdulrahman Shafeeq, às 05h20 de sexta, tentando o segundo lugar do grupo C. O evento tem transmissão ao vivo pelo YouTube. Apenas o campeão de cada classe se garante em Tóquio.


O experiente Ecildo Lopes não tem mais chances de conquistar a vaga. Ele perdeu os dois compromissos do dia no grupo D da classe 4 masculina: contra o sul-coreano Kim Guyjeong, por 3 a 2 (12-10, 8-11, 11-7, 9-11 e 12-14), e contra o iraquiano Muntadher Al Sarraji, por 3 a 0 (5-11, 9-11 e 6-11). O atleta, de 57 anos, encara o tcheco Filip Nachazel nesta sexta, mas apenas para cumprir tabela.


Vale destacar que dez mesa-tenistas brasileiros já estão classificados para os Jogos Paralímpicos de Tóquio: Bruna Alexandre (classe 10), Cátia Oliveira (classe 2), Lethícia Lacerda (classe 8), Israel Stroh (classe 7), Welder Knaf (classe 3), Joyce Oliveira (classe 4), Danielle Rauen (classe 9), Paulo Salmin (classe 7), Luiz Manara (classe 8) e Carlos Carbinatti (classe 10).


Foto de capa: Alê Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário