Brasil apresenta ataque letal, vence Polônia e assume liderança da Liga das Nações - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil apresenta ataque letal, vence Polônia e assume liderança da Liga das Nações

Compartilhe


O Brasil venceu a forte seleção da Polônia em partida realizada nesta sexta-feira (11) em Rimini, na Itália, pela Liga das Nações de Vôlei. A seleção brasileira contou com Wallace e Lucarelli em dias inspirados no ataque para fazer 3 sets a 0 para cima dos poloneses (25/17, 28/26 e 25/19).


O oposto Wallace se destacou com 18 pontos, seguido do ponteiro Lucarelli, com 16. Pelo lado polonês foi o ponta Semeniuk que teve maior destaque, também marcando 16 pontos. A vitória coloca a seleção brasileira para a liderança do campeonato, com 8 vitórias e apenas uma derrota na competição, somando 24 pontos. Por outro lado, a Polônia cai para a segunda colocação, com uma vitória a menos e 21 pontos. 


Escalações iniciais

Brasil: Bruninho, Wallace, Leal, Lucarelli, Maurício Souza, Isaac e Thales (L). Entraram: Mauricio Borges e Alan. Técnico: Carlos Schwanke


Polônia: Drzyzga, Kaczmarek, Kubiak, Semeniuk, Bieniek, Kochanowski e Wojtaszek (L). Entraram: Nowakowski, Lomacz, Musaj e Leon. Técnico: Vital Heynen


O jogo

A partida iniciou equilibrada, mesmo com o belga Vital Heynen mudando bastante o time inicial polonês. Apesar do equilíbrio, foi a Polônia a primeira a abrir dois pontos de vantagem em bloqueio do central Kochanowski em bola rápido com Maurício Souza (6-4). 


O Brasil apertou o jogo em boa sequência de saque do Leal, que culminou em ponto de bloqueio do Lucarelli para parar o oposto adversário (10-13). O técnico da Polônia colocou seu central titular Nowakowski e a inversão 5-1 com o levantador Lomacz e o oposto Musaj, mas nada adiantou, pois o Brasil sacava muito bem e chegou a ter seis pontos de vantagem para fechar em 25/17 com ataque de Lucarelli, maior pontuador do primeiro set com 7 pontos.


A segunda parcial teve o mesmo início, com equilíbrio e saque forçado para ambos os lados. Lucarelli e Wallace se destacavam no Brasil com ataques, sempre sob o comando de Bruninho. Do lado polonês, Kaczmarek e Semeniuk recebiam a maioria das bolas. 


Wallace chegou a ter 80% de eficiência no ataque - Foto: FIVB


As equipes trocaram pontos o set inteiro, até Schwanke colocar Alan para ajudar no bloqueio. O Brasil amorteceu a bola e Wallace, em contra-ataque, deu o set point para o Brasil. Leon chegou a entrar em quadra para tentar definir para a Polônia, mas levou um bloqueio e invadiu, na sequência, para dar final de set para o time brasileiro (28-26), abrindo 2 sets a 0.


Claro que mais uma vez a parcial teve equilíbrio, mas a Polônia chegou a ter dois de vantagem no início do set, que logo foram embora em bloqueio e ace de Isaac (6-6). O Brasil foi mantendo a virada de bola, quase sempre com as extremidades, até abrir vantagem de quatro pontos em 15-19 com Wallace atacando de toque. Mas um erro de ataque do oposto Musaj deu números finais confronto, em 3 sets a 0 para o Brasil.


Foto: Divulgação/FIVB


Nenhum comentário:

Postar um comentário