Problema no zíper de Miguel Hidalgo faz Brasil desistir do Pré-Olímpico de triatlo - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Problema no zíper de Miguel Hidalgo faz Brasil desistir do Pré-Olímpico de triatlo

Compartilhe

O Brasil participou na manhã desta sexta-feira (21) da Copa do Mundo de Triatlo em Lisboa, que funcionou como pré-olímpico para o revezamento misto. Com o objetivo de chegar entre os três primeiros e assegurar equipe completa nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o Brasil sofreu um contratempo inusitado, precisando desistir da prova após um problema no zíper da roupa de Miguel Hidalgo


Os problemas da delegação já começaram na véspera: na quinta, Luísa Baptista sofreu uma queda de bicicleta e foi substituída por Djenyfer Arnold, que iniciou a prova.


Com Djenyfer, o Brasil terminou a etapa da natação na décima colocação e se distanciou do pelotão durante a parte de ciclismo. Durante a corrida, ela ultrapassou a atleta da Hungria e entregou para Miguel Hidalgo na 13ª posição, no momento em que a Dinamarca liderava a prova.


Miguel fez uma boa natação, completando o percurso em 3 min e 51 seg, assumindo o 11º lugar, porém teve um problema no zíper da roupa na hora da transição, não conseguindo tirar o macacão e precisou desistir da competição


Europa fica com as vagas olímpicas


Enquanto isso, Dinamarca, Itália e Suíça disputavam a liderança de forma equilibrada e um pouco mais atrás vinham Noruega e Bélgica. 


Na transição para o último atleta, a Suíça passou para a primeira colocação com vantagem de nove segundos para a Bélgica, seguida de perto por Itália e Dinamarca. Na transição para o ciclismo, o belga Martin Van Riel assumiu a dianteira. Mais atrás, italianos e suíços brigavam pela segunda colocação.


Martin abriu 27 segundos de vantagem na primeira volta, enquanto Itália e Suíça estavam colados na briga pela segunda posição. A vitória ficou com a Bélgica em 1h23min e 57 seg, com vantagem de 50 segundos para a Itália, que ficou com a segunda colocação após disputa nos metros finais com a Suíça.



Com isso, os três países se juntam a França, Austrália, Grã Bretanha, Nova Zelândia, Alemanha, Países Baixos, Estados Unidos e Japão na estreia do revezamento misto em Jogos Olímpicos. Fora da prova em Tóquio, os brasileiros seguem em Lisboa para a disputa da Copa do Mundo da modalidade, que conta pontos para o ranking olímpico individual.


A prova feminina é sábado as 08h15, e a masculina no domingo as 09h30. As duas provas têm transmissão ao vivo do Canal Olímpico do Brasil. 


Foto em Destaque: Reprodução/ Triathlon Brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário