Nadadores se preparam no CT Paralímpico para fase de treinamento seletivo para os Jogos em Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Nadadores se preparam no CT Paralímpico para fase de treinamento seletivo para os Jogos em Tóquio

Compartilhe

Nadadores paralímpicos têm realizado desde o último domingo (23), as suas últimas preparações para a fase de treinamento seletiva no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Na próxima semana, entre 2 a 5 de junho, acontecerá a fase de treinamento seletiva da natação, que tem como objetivo definir quais os nadadores preencherão as vagas da modalidade para os Jogos Paralímpicos de Tóquio, marcados para agosto.

Os nadadores Daniel Dias (classe S5), Gabriel Geraldo (S3), Mariana Gesteira (S10), Matheus Rheine (S11) e Thomaz Matera (S12) decidiram antecipar a chegada ao CT Paralímpico para finalizar a preparação para a tomada de tempo da próxima semana.

A fluminense Mariana Gesteira (S10) chegou à capital paulista no domingo, 23, para usufruir da estrutura e também do isolamento que o CT Paralímpico proporciona, com todos os protocolos sanitários elaborados pela área da Saúde do CPB.

“Aqui, no CT, conseguimos ficar mais focados, entrar no clima para as provas da semana que vem. Conseguimos ter mais qualidade nos treinos, ficar 100% com o meu técnico e trabalhar detalhes de saída. Tudo isso é muito importante. Também temos acesso à recuperação pós-treino como gelo, massoterapeuta”, explica Mariana, referindo-se ao suporte oferecido aos atletas pelo CPB dentro do CT.

Há sete meses, já durante a pandemia, Mariana trocou de clube e de cidade em busca de uma melhor preparação para brigar por uma vaga nos Jogos de Tóquio. Atualmente, ela reside em Vila Velha (ES).

“A gente começou a trabalhar tem seis meses, com a pandemia, mas estamos em um ritmo forte com melhores tempos em treino, então, as expectativas são boas. Estou tentando segurar as minhas expectativas para não ficar ansiosa, vivendo um momento de cada vez para que na hora seja só mais um treino, só mais uma prova. O objetivo é nadar o melhor possível, o mais rápido possível sempre”, completa Mariana, que nadará 50m e 100m livre e 100m costas.

Para a natação, o Brasil possui 35 vagas. Destas, quatro já estão preenchidas por Edênia Garcia (S3), Wendell Belarmino (S11), Carol Santiago (S12) e Daniel Dias (S5). Pelos critérios do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), que atua como confederação da modalidade, os campeões mundiais de 2019 já estão confirmados nos Jogos de Tóquio.

O multimedalhista Daniel Dias (S5) garantiu sua vaga ao faturar a medalha de ouro nos 50m livre e já está no CT Paralímpico para treinos e participar da fase de treinamento seletiva na próxima semana para ganhar ritmo de competição.

"Estou muito feliz de retornar ao Centro de Treinamento. Como eu treino em piscina de 25m, poder passar um tempo treinando em uma de 50m é muito importante. Este momento da seletiva vai ser fundamental para ganhar ritmo de prova, talvez sentir um pouco de adrenalina de novo, né? Estou desde o Mundial de Londres sem competir, então será uma boa experiência para esta reta final de preparação", declara o nadador detentor de 24 medalhas paralímpicas.

Na próxima semana, Daniel nadará os 50m, 100m e 200m livres, 50m costas, 50m borboleta.

Todos os participantes da fase de treinamento seletiva obedecerão rigorosos protocolos sanitários implementados pelo CPB desde sua reabertura em julho do ano passado. Além disso, não será permitida a entrada de veículos de imprensa e de público.

Foto: Alê Cabral/CPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário