Minnesota Lynx, de Damiris Dantas, estreia com derrota na WNBA - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Minnesota Lynx, de Damiris Dantas, estreia com derrota na WNBA

Compartilhe


O Minnesota Lynx, equipe de Damiris Dantas, única brasileira na WNBA, estreou com derrota na temporada regular da principal liga de basquete feminino do planeta. Jogando sob seus domínios, na Target Center, em Mineápolis, a franquia perdeu nesta sexta-feira (14) para o Phoenix Mercury, por 77 a 75, num jogo marcado por uma falha do cronômetro nos últimos segundos.


Incluída no quinteto inicial do Lynx, Damiris esteve em quadra por quase 32 minutos, anotou sete pontos, pegou sete rebotes (três ofensivos e quatro defensivos) e deu quatro assistências. Ela teve um aproveitamento de 33,3% nos arremessos de quadra, acertando apenas uma de cinco tentativas nas bolas de três.  


Durante a partida, o Lynx esteve atrás do placar desde o início. O Mercury chegou a ter 11 pontos de vantagem ainda no primeiro tempo e foi para o intervalo com 33 a 24 no placar. A equipe de Minnesota fez um segundo tempo de recuperação, anulou a vantagem adversária em apenas três minutos, com três bolas do perímetro seguidas (39 a 39), e chegou a figurar na liderança do placar em alguns instantes.



No entanto, o Minnesota não conseguiu se manter na dianteira e encerrou o terceiro período com 56 a 54 de desvantagem. Em seguida, a equipe sofreu um apagão e o Mercury abriu sete pontos nos primeiros instantes do último quarto. O Lynx mais uma vez precisou correr atrás do placar e conseguiu o empate em 69 a 69 a dois minutos do fim.


Liderada por Crystal Dangerfield - melhor novata da última temporada - a equipe passou a frente restando um minuto para o encerramento e conseguiu se manter na dianteira nos jogos de "xadrez" das treinadoras nos segundos seguintes. A 30 segundos, o time tinha a posse de bola com 75 a 74 de frente, mas Dangerfield desperdiçou o ataque. 


Diana Taurasi roubou a bola e partiu em contra-ataque, acertando uma bela bola de três. Por um problema técnico, entretanto, o cronômetro havia parado a 6.8s, antes do arremesso da ala-armadora. Os árbitros precisaram rever o lance e deixaram a partida paralisada por cerca de 15 minutos. Após a longa espera, validaram a jogada e deixaram o tempo a 1.1s. Mesmo revoltado, o Lynx ainda tentou uma última investida, mas não evitou a derrota.



Dangerfield anotou 17 pontos, mas não foi a cestinha da equipe: Aerial Powers, que fez sua estreia no Lynx, marcou 18 pontos. A pivô Sylvia Fowles fez seu primeiro duplo-duplo na temporada, com 11 pontos e 11 rebotes. Pelo lado do Mercury, destaque para Skylar Diggins-Smith, com 18 pontos, e Brittney Griner, com 17 pontos e 12 rebotes.


O próximo compromisso do Minnesota Lynx será diante do New York Liberty na terça-feira (18), às 20h (horário de Brasília). A equipe adversária estreou com vitória sobre o Indiana Fever, por 90 a 87, numa atuação magistral de Sabrina Ionescu, que fez um duplo-duplo. O Mercury, por sua vez, fará mais um jogo fora de casa, contra o Connecticut Sun, no domingo. 


Foto de capa: NBAE

Nenhum comentário:

Postar um comentário