Japão surpreende China na VNL e Brasil segue 100%; destaques do 2º dia de Liga das Nações - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Japão surpreende China na VNL e Brasil segue 100%; destaques do 2º dia de Liga das Nações

Compartilhe



Mais um dia de Liga das Nações (VNL) completo com sucesso! No segundo dia de competições do torneio feminino, alguns resultados esperados e algumas surpresas agitaram o período da manhã. Grande destaque para o Japão, atual número sete do ranking mundial, que superou a número um China em um jogo tranquilo, com placar de 3 a 0. A seleção do país-sede das Olimpíadas conquistou a segunda vitória seguida.

As outras seleções que também garantiram o 100% de aproveitamento foram Brasil, que venceu a República Dominicana; Turquia que superou a forte seleção da Itália; e os Estados Unidos após vitória sobre o Canadá. As estadunidenses são as próximas adversárias da seleção brasileira.

Alemanha e Coréia do Sul conquistam a primeira vitória

Após estrear com derrota, as seleções da Alemanha e da Coréia do Sul conseguiram vencer a segunda partida para segurarem um rendimento de 50%. A Alemanha venceu um duro duelo contra os Países Baixos, que foi decidido no tie break. A maior pontuadora do jogo, porém, foi uma neerlandesa. Daalderop deu show e pontuou 25 vezes, um set inteiro! Anne Bujis, que atua no voleibol brasileiro, também teve boa atuação e marcou 14 pontos.


Já a Coréia do Sul virou o jogo para cima da Tailândia após perder o primeiro set, fechando o jogo por 3 a 1. A oposta Park Jeong-Ah foi quem mais pontuou, com 22 pontos na conta. A Sérvia também conseguiu se recuperar após derrota no primeiro jogo e venceu a Polônia com o placar de 3 a 1. Destaque para Cario, que pontuou 21 vezes e terminou como a maior pontuadora da partida.

Duas surpresas agitaram a manhã desta quarta

A seleção japonesa surpreendeu ao derrubar a número um do ranking, a poderosa equipe da China. O Japão venceu o jogo por 3 a 0 em uma performance dominante. Ishikawa, japonesa e maior pontuadora da partida, foi responsável por 18 pontos. Do lado da China, a maior pontuadora (Liu Y.H) fez somente a metade, pontuando 9 vezes.


Outra surpresa foi a equipe da Bélgica, que quase roubou a vitória da poderosa Rússia. As belgas abriram 2 sets de vantagem logo de cara, mas viram a Rússia levar o jogo para o tie break e fecharem o placar em 3 a 2. Um enorme destaque para a jovem Herbots da seleção da Bélgica, que pontuou 29 vezes, inclusive uma incrível sequência de saques para manter a Bélgica no jogo no quarto set. Mas do outro lado da quadra tinha uma adversária de peso: Gonoharova, que fez 24 pontos.

Brasil, Estados Unidos e Turquia conquistaram a segunda vitória consecutiva

Além do Japão, outras três seleções vão dormir invictas nessa quarta feira. A seleção brasileira entrou em quadra muito mais potente e entrosada e não encontrou dificuldades para superar a República Dominicana. Fernanda Garay e Tandara foram as maiores pontuadoras da partida, com 14 pontos cada. Gabi foi a melhor passadora, chegando a 60% de efetividade no passe. As dominicanas Martinez, jogadora do Praia Clube, e Gonzalez pontuaram 6 vezes cada uma.


A Turquia também venceu mais uma vez, passando sem muitas dificuldades pela Itália, que ainda não venceu nessa edição da VNL. Com placar tranquilo de 3 a 0, as turcas foram mais efetivas em todos os fundamentos, dominando o jogo. Hande e Erdem pontuaram 12 vezes cada, sendo as principais marcadoras do jogo.

No último jogo do dia, os Estados Unidos venceram o Canadá por 3 a 0. Após um primeiro set bastante equilibrado, as estadunidenses abriram vantagem nas próximas parciais e levaram a segunda vitória sem muitos sustos, mesmo tendo cometido mais erros que as canadenses. Drews pontuou 20 vezes e a canadense Van Ryk marcou 13 pontos.


A seleção dos Estados Unidos é a próxima adversária do Brasil. As duas potências se enfrentam amanhã, quinta feira (27), às 14h30.

Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário