Grã-Bretanha é campeã europeia nos 4x200m livre feminino; Brasil se complica na repescagem da FINA - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Grã-Bretanha é campeã europeia nos 4x200m livre feminino; Brasil se complica na repescagem da FINA

Compartilhe

A equipe britânica venceu mais um revezamento no Campeonato Europeu de Esportes Aquáticos. Desta vez, foi o 4x200m livre feminino. Com os resultados desta sexta-feira (21), o Brasil caiu para o quinto lugar do ranking da repescagem da Federação Internacional de Natação que define os últimos classificados para Tóquio 2020 nos revezamentos. Agora, as brasileiras precisam contar com alguma desistência para disputar a Olimpíada. Abaixo, os resultados das finais do dia, que teve até prova refeita por problema no sistema de som.

Revezamento 4x200m livre feminino
1. Grã-Bretanha 7:53.15
2. Hungria 7:56.26
3. Itália 7:56.72

A Grã-Bretanha venceu o revezamento 4x200m livre feminino com um tempo de 7:53.15, com destaque para o desempenho de Freya Anderson, na última perna da prova, fazendo a parcial mais rápida da final com 1:56.40. Com o resultado, as britânicas assumiram a liderança do ranking de repescagem da FINA. Hungria e Itália ficaram com a prata e o bronze, respectivamente. 
Itália, França e Israel (com o tempo da eliminatória) melhoraram suas marcas no ranking, derrubando o Brasil para a quinta colocação. A princípio, apenas as quatro primeiras colocadas se classificam para Tóquio 2020. Mas caso haja uma desistência ou algum país não consiga o número de vagas necessárias de atletas para os revezamentos, a equipe brasileira é a primeira reserva da prova.

Ranking repescagem FINA 4x200m livre feminino
1. Grã-Bretanha 7:53.15
2. Itália 7:56.72
3. França 7:59.45
4. Israel 8:00.51
5. Brasil 8:00.92

100m costas feminino
1.Kathleen Dawson (GBR) 58.49
2. Margherita Panziera (ITA) 59.01
3. Maria Kameneva (RUS) 59.22

A final dos 100m costas feminino foi realizada por duas vezes. Após a primeira, a delegação da Suécia entrou com um recurso, pois uma falha no sistema de som, fez com que as nadadoras das raias 7 e 8 não conseguissem ouvir o tiro de largada. A sueca Louise Hansson estava na oitava raia e foi a mais prejudicada com o erro, tendo ficado um bom tempo no bloco de partida após o início da prova. Veja a largada no vídeo abaixo:
A britânica Kathleen Dawson venceu as duas finais. Na primeira, Dawson tinha quebrado o recorde do campeonato, nadando para 58.18. Margherita Panziera, da Itália, e Maria Kameneva, da Rússia, também subiram ao pódio. Kira Toussaint, dos Países Baixos, perdeu sua medalha de prata da final anterior, ficando agora na quarta posição. Louise Hansson, que tinha sido a principal prejudicada pelo problema no sistema de som, terminou em sexto.

1500m livre feminino
1. Simona Quadarella (ITA) 15:53.59
2. Anastasia Kirpichnikova (RUS) 16:01.06
3. Martina Caramignoli (ITA) 16:05.81


A atual campeã mundial, Simoa Quadarella venceu com facilidade a final dos 1500m livre feminino. A italiana liderou de ponta a ponta para garantir seu bicampeonato europeu na prova. Anastasia Kirpichnikova, da Rússia, e Martina Caramignoli, da Itália, completam o pódio.

50m borboleta masculino
1. Szebasztian Szabo (HUN) 23.00
2. Andrii Govorov (UKR) 23.01
3. Andrey Zhilkin (RUS) 23.08

Em uma final equilibrada, com os seis primeiros colocados separados por apenas 18 centésimos de segundo, Szebaztian Szabo, da Hungria, ficou com o ouro nos 50m borboleta masculino. Szabo encaixou melhor a chegada, garantindo a primeira posição um centésimo à frente de Andrii Govorov, o recordista mundial da prova. Andrey Zhilkin, da Rússia terminou na terceira posição, também a um centésimo do quarto colocado, o polonês Konrad Czerniak. 

200m peito feminino
1. Molly Renshaw (GBR) 2:21.34
2. Lisa Mamie (SUI) 2:22.05
3. Yuliya Efimova (RUS) 2:22.16.

A britânica Molly Renshaw terminou os 200m peito feminino na primeira posição, com um tempo de 2:21.34. Já a disputa pela prata teve uma disputa acirrada entre a campeã mundial Yuliya Efimova, da Rússia, e Lisa Mamie, da Suiça. Mamie foi 30 centésimos mais rápida na última piscina, garantindo o segundo lugar.

200m livre masculino
Martin Malyutin (RUS) 1:44.79
Duncan Scott (GBR) 1:45.19
Tom Dean (GBR) 1:45.34


Martin Malyutin venceu os 200m livre masculino, com 1:44.79, novo recorde da competição. O russo estava em terceiro lugar na altura dos 150m, quando disparou em direção ao primeiro lugar. Os britânicos Duncan Scott e Tom Dean podiam ter feito uma dobradinha, mas o final de prova de Malyutin os deixou na segunda e terceira posição, respectivamente.

Fotos: Divulgação/LEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário