Em jogo duro, Brasil vence o Canadá por 3 sets a 1 e termina a primeira semana invicto na VNL - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Em jogo duro, Brasil vence o Canadá por 3 sets a 1 e termina a primeira semana invicto na VNL

Compartilhe


O Brasil ganhou do Canadá em jogo duro e segue com 100% de aproveitamento na Liga das Nações de Vôlei (VNL). Após a vitória por 3 a 1 (25-17/25-20/22-15 e 27-25), a seleção brasileira masculina fecha a primeira semana de competição em Rimini na Itália com três vitórias em três jogos e somente um set perdido. A boa performance reforça a posição de favoritismo da seleção brasileira na VNL, um título inédito para os brasileiros.

Quem mais pontuou na partida foi o canadense Vernon, que marcou 24 pontos, mas o brasileiro Douglas Souza não ficou para trás, tendo pontuado 22 vezes no duelo. Wallace também se destacou, marcando 19 pontos. A recepção canadense foi mais efetiva, tendo dado ao levantador Walsh bons passes em 86% das oportunidades, mas ainda assim a seleção brasileira se destacou no saque, marcando 6 aces.

Agora, a seleção masculina tem três dias de descanso durante o retorno do torneio feminino. Após a pausa, o Brasil volta às quadras contra a badalada seleção da França, na quinta feira, dia 03, às 10 da manhã. Antes, nesta segunda-feira, as meninas do Brasil enfrentam o Japão, também às 10h da manhã.

Times Titulares


Brasil: Fernando Cachopa, Douglas Souza, Maurício Borges, Isac e Flávio Gualberto. Líbero: Thales.

Canadá: James Walsh, Sharone Vernon, Eric Loeppky, Nicholas Hoag, Arthur Szwarc, Lucas Van Berkel. Líbero: Jordan Pereira 

O Jogo

O Brasil entrou em jogo com uma formação nova, testando jogadores no lugar dos considerados ‘titulares absolutos’. E quem começou brilhando foi o central Isac, que abriu o jogo fazendo os dois primeiros pontos da seleção brasileira, com um ponto de ataque e um bonito ace. O Brasil e o Canadá começaram a trocar pontos, mas a seleção canadense conseguiu abrir 2 pontos à frente. Após um ataque de Wallace e um erro de recepção do líbero canadense Pereira, o Brasil empatou o jogo. Assim como no jogo contra os Estados Unidos, o Brasil viu o adversário sair na frente e abrir vantagem, mas conseguiu recuperar e passar à frente no placar. Na metade do set, a seleção brasileira tinha vantagem de quatro pontos, a maior em toda a parcial.

Após essa vantagem, a seleção brasileira disparou no placar e conseguiu marcou o set point, fechando o set por 25 a 17. A seleção canadense chegou a pedir um desafio no último ponto, porém a arbitragem confirmou o ponto brasileiro.

O segundo set ficou muito mais sob o controle brasileiro, com o Brasil segurando uma vantagem um pouco mais confortável desde o início. Porém, após uma série de três erros brasileiros, novamente os canadenses encostaram no placar, quase empatando e forçando um 10 a 9. No meio do set, os dois maiores rallys do jogo terminaram novamente em favor da seleção brasileira, que conseguiu abrir cinco pontos de vantagem e só administrou para fechar a parcial em 25-20.

Isac e Douglas foram alguns dos destaques do Brasil na partida (Foto: Reprodução/FIVB)


No terceiro set, a seleção brasileira começou um pouco mais acelerada, abrindo uma vantagem maior. Porém, a seleção canadense melhorou sua recepção e fez com o que o passe chegasse melhor para o levantador Walsh, que conseguiu distribuir melhor a bola e correr atrás. Com um bom bloqueio, o Canadá eliminou a vantagem brasileira de 4 pontos e empatou o set em 12 pontos. Logo em sequência, o Canadá passou à frente, forçando a seleção brasileira a jogar atrás no placar pela primeira vez no set. Encaminhando para o fim do set, o Canadá abriu 2 pontos, forçando um 21 a 19. Mesmo tentando se manter no páreo até o fim, o Brasil não conseguiu segurar o Canadá, que fechou o set por 25 a 22.

Aproveitando o bom momento, o Canadá começou o quarto set acelerado e o jogo esteve no seu ponto mais equilibrado. As duas seleções disputavam ponto a ponto, com o Canadá conseguindo se manter 1 ponto a frente na maior parte do tempo nessa primeira metade de set. A seleção canadense chegou a abrir 14 a 11, mas o Brasil tirou o atraso e empatou a partida novamente. Muito disputado neste quarto set, o duelo seguiu ponto a ponto até o início da reta final, com o Brasil segurando uma vantagem simples de um ponto no momento de 18 a 17. O Canadá entrou no momento decisivo na frente, com o placar de 20 a 19 a favor, mas em um erro de saque, novamente o jogo ficou empatado.

Em um bonito ataque de Douglas Souza, o Brasil passou à frente de novo, forçando a seleção canadense a pedir tempo. Após dois pontos canadenses em sequência foi a vez do treinador brasileiro Carlos Schwanke pedir tempo, no momento decisivo do set. As duas equipes voltaram para a quadra com o placar de 23 a 22 favorável ao Canadá. No set mais duro para o Brasil, Isac fechou a conta com um belíssimo bloqueio, fechando o set e o jogo com um placar de 27 a 25.

Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário