Brasil se impõe no bloqueio e quebra invencibilidade do Japão - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Brasil se impõe no bloqueio e quebra invencibilidade do Japão

Compartilhe


Em uma performance dominante, sobretudo no bloqueio, o Brasil venceu o Japão por 3 sets a 0 (25-15/25-19/25-21) e quebrou a invencibilidade japonesa. Até o jogo de hoje, as adversárias não haviam perdido nenhum set na Liga das Nações. Com Carolana e Gattaz entre as titulares, a partida também marcou a estreia de Rosamaria, que entrou na partida como oposta durante as inversões.

Além de um forte ataque, a seleção se destacou no bloqueio, com as brasileiras pontuando 11 vezes. A melhor bloqueadora da partida foi a central Carol, que marcou 4 pontos nesse fundamento. A ponteira Fernanda Garay foi a maior pontuadora da partida, com 21 pontos no total. Tandara pontuou 14 vezes. Do lado japonês, destaque para Koga, que marcou 13 pontos.

As titulares do Brasil foram: Macris, Fê Garay, Gabi Guimarães, Tandara, Carol Cattaz, Carolana. Líbero: Camila Brait. Já do lado do Japão, entraram inicialmente: Kurogo Ai, Koga Sarina, Ishikawa Mayu, Momii Aki, Shimamura Haruyo. Líbero: Inoue Kotoe

Pelo que foi mostrado nos jogos da primeira semana, a seleção brasileira entrou em quadra hoje com suas principais atletas, sem testes nas posições. A presença de Gattaz e Carol no meio de rede foi percebida logo de cara, com ambas atuando muito bem no bloqueio e no ataque. Ambas tiveram performances muito consistentes, podendo estar se consolidando como titulares na posição. Rosamaria marcou três pontos na sua estreia, voltando à ser relacionada após lesão leve.

O técnico José Roberto Guimarães tem à sua disposição 18 atletas em Rimini, mas somente 14 podem ser relacionadas a cada jogo. Hoje, ficaram de fora a levantadora Dani Lins, a jovem ponteira Ana Cristina e a central Mayany, além de Natalia, que ainda se recupera de lesão.

O próximo compromisso do Brasil na Liga das Nações é contra a Rússia, amanhã (01) às 16h.

Foto: Divulgação/FIVB

Nenhum comentário:

Postar um comentário