Atirador húngaro é suspenso após sabotar a alimentação do companheiro de equipe na Copa do Mundo - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Atirador húngaro é suspenso após sabotar a alimentação do companheiro de equipe na Copa do Mundo

Compartilhe

O atirador Peter Sidi (HUN), de 42 anos, foi suspenso após a acusação de ter sabotado a comida do parceiro de equipe durante a etapa de Nova Delhi (IND) da Copa do Mundo de Tiro Esportivo, realizada em Março deste ano.

Sidi, campeão mundial em 2010 na carabina de 50m em três posições,  foi flagrado pelo vídeo entrando no quarto de Istvan Peni (HUN), número 1 do ranking mundial na carabina de 50m em três posições, no hotel em que a delegação da Hungria estava hospedada na Índia permanecendo por 45 minutos lá dentro. Sidi negou a acusação de ter entrado no quarto do rival.

O exame de Peni, de 24 anos, para o antidoping na Índia deu positivo para furosemida, mas a Federação Internacional de Tiro Esportivo (ISSF) examinou as caixas de vitaminas do atirador e apenas a que estava aberta tinha a presença da substância, enquanto as fechadas não tinham.

Antes de tudo acontecer, os dois haviam discutido momentos antes da final da Copa do Mundo na Índia, onde Peni acusou Sidi de utilizar equipamento ilegal e optou por abandonar a disputa, assim como Zalan Pekler (HUN), companheiro de equipe de ambos. A ISSF analisou a arma de Sidi e nada de ilegal foi encontrado. 

Após o exame de doping positivo, Peni disse que Sidi conspirou contra ele e sabotou a sua alimentação. A federação húngara suspendeu a participação de Sidi no Europeu de Tiro Esportivo, que terá inicio na quinta-feira (27) em Osijek (CRO), permitindo a participação de Penz, que foi inocentado pela ISSF no último dia 20. 

Foto: Borsoline.hu

Nenhum comentário:

Postar um comentário