Anderson Varejão assina com o Cleveland Cavaliers para o restante da temporada da NBA - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Anderson Varejão assina com o Cleveland Cavaliers para o restante da temporada da NBA

Compartilhe


Anderson Varejão está de volta ao Cleveland Cavaliers. O ala brasileiro assinou com a franquia de Ohio nesta terça-feira (04) e "volta para casa" após cinco anos, para a disputa da reta final da temporada regular 2020/2021 da NBA.  Um dos grandes ídolos históricos da equipe, ele foi duas vezes campeão da Conferência Leste pelos Cavs e pode fazer sua reestreia já nesta quarta, contra o Portland Trail Blazers.


"Por mais de uma década, tive o privilégio de vestir dourado e vinho e jogar para os fãs que sempre me inspiraram a dar o melhor de mim em cada jogo, em cada noite. Estou muito feliz em poder vestir a camisa dos Cavaliers novamente e reviver as lembranças de defender esta cidade e franquia que eu tanto amo. Sou muito grato por essa oportunidade e pelo amor e apoio de minha esposa, Stacy, e da minha filha, Serenee", disse Varejão, que foi campeão da NBA em 2017, pelo Golden State Warriors.


Aos 38 anos, Anderson será o quarto brasileiro na liga norte-americana, juntando-se a Raulzinho (Washington Wizards), Cristiano Felício (Chicago Bulls) e Didi Louzada (New Orleans Pelicans), e vai voltar a usar a camisa que usou 662 vezes (sendo 591 em jogos da temporada regular e 71 em partidas válidas pelos Playoffs), entre 2004 e 2016. 


Pela franquia de Cleveland, somando temporada regular, playoffs e finais, o capixaba anotou 4.905 pontos, 4.839 rebotes, 747 assistências e 436 tocos em 12 temporadas e meia. Em números de temporada regular, ele é o oitavo jogador com mais jogos pelos Cavs, o oitavo em tocos e em roubos de bola, e o sexto em número total de rebotes (o quarto em ofensivos e o sétimo em defensivos).


Varejão estava fora do cenário do basquete desde 2019, quando deixou o Flamengo. Por mais de um ano, se manteve em forma com treinamentos próprios em casa. "Não foi fácil, foi duro. Imagina treinar sozinho por todo esse tempo? Mas isso é uma das coisas que marcaram minha carreira: nunca desistir, sempre manter a cabeça firme e forte sabendo que a oportunidade pode aparecer a qualquer momento. Basta estar pronto", falou.


Seu retorno às quadras também está associado a um desejo de voltar à seleção brasileira. Ele esteve fora das últimas convocações justamente por opção do técnico Aleksandar Petrovic, que justificava sua decisão pela falta de ritmo do jogador. A equipe disputará o Pré-Olímpico no próximo mês, na Croácia, em busca de um lugar em Tóquio-2020. Varejão esteve presente nas duas últimas Olimpíadas.


"Para a seleção brasileira sempre estive à disposição, agora não seria diferente. É uma coisa que não depende de mim. Foi falado que esse tempo que estava sem clube que era um pouco diferente, mas estando com o Cleveland para o restante da temporada acredito que possa mudar alguma coisa. Mas foge do meu controle. Vamos ver o que eles têm em mente, o que estão pensando", comentou.


Foto de capa: Divulgação/Cleveland Cavaliers

Nenhum comentário:

Postar um comentário