WSL, dia 5: Medina, Ítalo e Filipinho avançam às semis em Newcastle; Cibilic se classifica após empate na bateria - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

WSL, dia 5: Medina, Ítalo e Filipinho avançam às semis em Newcastle; Cibilic se classifica após empate na bateria

Compartilhe

No começo da noite desta sexta-feira (09), foi realizada a fase de  quartas de final da etapa de Newcastle (AUS) da Liga Mundial de Surfe (WSL). A Brazilian Storm deu show e terá três representantes nas semis. Gabriel Medina e Ítalo Ferreira passaram em baterias exclusivamente brasileiras, enquanto Filipe Toledo se classificou em série emocionante. O anfitrião Morgan Cibilic avançou nos critérios de desempate.


Na primeira bateria do dia, os campeões mundiais Gabriel Medina e Adriano de Souza, o Mineirinho se enfrentaram em uma série acirrada e uma vantagem de apenas 0,20 pontos definiu o semifinalista. Medina teve doze tentativas ao total e conseguiu sua maior nota em sua segunda onda, após conseguir encaixar três boas manobras consecutivas e receber 6,27. Mineirinho, em onda parecida, fez um floater e dois arcos e recebeu 5,67, sendo eliminado do torneio.


Na sequência, a bateria exclusivamente australiana foi marcada por um empate. Sim, um empate! Tanto Morgan Cibilic quanto Ryan Calinnan empataram no somatório com 10,37. Cibilic não teve uma performance como nos dias anteriores, mas "engrenou" nas duas últimas ondas e conseguiu 4,67 e 5,70, contra 5,50 e 4,87 do adversário. O empate ocorreu faltando um minuto para o fim da série. Como o critério desempate era a nota mais alta, Morgan utilizou sua prioridade para impedir que Calinnan conseguisse uma onda pra virar a bateria, assim se classificando para enfrentar Medina na semi.


Na segunda disputa brasileira das quartas de final, Ítalo Ferreira derrotou Deivid Silva por 12,67 a 12,40. Apesar das notas próximas, o atual campeão mundial foi o destaque da bateria. "Showman" de Newcastle, Ítalo fez um aéreo reverso completo, manobra que foi considerada excelente pelos juízes, que deram 8,50 para o potiguar. Depois disso, Deivid lutou e chegou a ter uma boa onda dcom nota 7,17, mas não conseguiu encontrar voltar à briga e deixou a competição com um quinto lugar.


Na última bateria, Filipe Toledo enfrentou o norte-americano Connor Coffin e o eliminou nos últimos momentos da série. Durante a segunda metade da bateria, o mar se acalmou e não vinham ondas para os atletas aproveitarem. Foi então que, faltando dois minutos para o fim da bateria, Filipinho usou sua prioridade na primeira onda. Com belas rasgadas, conquistou a nota 6,83 e dificultou a vida do norte-americano, que chegou a ter um 6,87 na última onda, mas que foi insuficiente para evitar uma semi 100% brasileira.


Filipe Toledo enfrentará Ítalo Ferreira na semifinal, enquanto Gabriel Medina terá o "intruso" Morgan Cibilic pela frente. As competições continuam ainda nesta sexta-feira e, por volta das 22h20, no horário de Brasília, acontecerão as semifinais masculinas. A final está marcada para ocorrer ainda na madrugada deste sábado. O Facebook, e o site oficial da WSL transmitem ao vivo, além da ESPN 2.


Foto: Divulgação/WSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário