Rio Open 2021 é cancelado; torneio voltará ao calendário da ATP em 2022 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Rio Open 2021 é cancelado; torneio voltará ao calendário da ATP em 2022

Compartilhe

O Rio Open, maior evento de tênis masculino da América do Sul, não será realizado neste ano. Previsto originalmente para acontecer em fevereiro, o torneio nível ATP 500 do Brasil já tinha sido adiado pela Associação dos Tenistas Profissionais quando o calendário de início de temporada foi divulgado, sem ter a definição de uma nova data. 

Agora, devido às condições vividas por nosso país durante a pandemia de coronavírus, o campeonato foi definitivamente cancelado e fará seu retorno ao circuito mundial, em fevereiro de 2022, no Jockey Club Brasileiro. 

De acordo com o comunicado de cancelamento dos organizadores, um evento do porte do Rio Open exige “planejamento e a adoção de um conjunto de providências com meses de antecedência”, o que não seria possível na atual conjuntura. 

“O cancelamento da edição 2021 do Rio Open é uma demonstração do respeito que temos pelo nosso público e pelo Rio de Janeiro. Mas podem estar certos de que estamos trabalhando para fazer da edição de 2022 uma grande celebração, um encontro inesquecível”, disse em nota, Márcia Casz, diretora geral do torneio. 

Criado em 2014, o Rio Open é o primeiro evento nível ATP 500 da história do Brasil. Seus jogos são transmitidos para 170 países e reúne aproximadamente 50 mil pessoas por ano. Em sete anos de história, o Rio de Janeiro foi palco de partidas de alguns dos melhores tenistas do mundo, como Rafael Nadal, Dominic Thiem, Fabio Fognini, Diego Schwartzman, Kei Nishikori, Gael Monfils, Jo-Wilfried Tsonga, David Ferrer, entre outros. 

“Lutamos até o final para conseguir realizar o evento ainda em 2021 mas infelizmente não foi possível. No momento em que anunciamos a não realização, já começamos a trabalhar para entregar uma edição ainda mais especial para matar essa saudade que 2021 vai deixar”, ressaltou o diretor Luiz Carvalho. 

Foto: Reprodução/Rio Open 

Nenhum comentário:

Postar um comentário