Morre Suíço, integrante da seleção de vôlei nas olimpíadas de 1976 e 1980, vítima da Covid-19 - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Morre Suíço, integrante da seleção de vôlei nas olimpíadas de 1976 e 1980, vítima da Covid-19

Compartilhe



Morreu nesta sexta (2) aos 67 anos o ex-jogador de vôlei Jean Luc Rosat. 'Suíço', como era conhecido em seus tempos de jogador, acabou falencendo por conta de complicações causadas pelo vírus da covid-19. Segundo o jornal "O Globo", Suíço estava internado em um hospital na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, há três semanas. Com uma série de complicações em decorrência da Covid-19, o ex-jogador da seleção foi intubado, desenvolveu trombose e com problemas renais precisou iniciar hemodiálise.


Suíço disputou duas olimpíadas: Montreal em 1976 e Moscou em 1980, chegando a fazer parte do embrião da seleção que viria ficar eternamente conhecida como a geração de prata nos anos 80. O técnico Bernardinho lamentou a morte do amigo e padrinho do seu filho Bruninho, nas redes sociais:


"Hoje a comunidade do vôlei perdeu um grande amigo, craque dentro e fora das quadras: Jean Luc Rosat, o suíço, meu compadre, meu mentor em muitos momentos da minha vida, meu sócio, parte da nossa família. Do bem, alto astral, inteligente e leal: amigo. A covid o levou, mas as lembranças e tantas histórias o manterão entre nós "


A confederação brasileira de vôlei também lamentou o falecimento de Suíço. em nota, o presidente da CBV: Walter Pitombo Laranjeiras, o Toroca, se manifestou, lamentando o falecimento do ex-jogador da seleção brasileira.


“Hoje é um dia realmente triste para a nossa modalidade. Suíço foi um jogador incrível e que encantava pelo jeito de jogar. Além disso, era uma pessoa querida por todos. Fica aqui nossos sentimentos a todos que tiveram o privilégio de conviver com ele”, disse Toroca.


Renan Dal Zotto, técnico da seleção brasileira e que jogou com Suíço em Moscou, também se pronunciou: "Ele era um dos caras da geração anterior a nossa, que nos ajudou muito no crescimento. Uma pessoa maravilhosa, tecnicamente era um grande jogador. Contribui demais não só como atleta, mas como pessoa. Sempre ajudou muito os mais novos e certamente já deixa muita saudade”, disse Renan.


Foto: Reprodução/Instagram


Nenhum comentário:

Postar um comentário