Grã-Bretanha convoca equipe de natação para Tóquio 2020 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Grã-Bretanha convoca equipe de natação para Tóquio 2020

Compartilhe

A Associação Olímpica Britânica (BOA) convocou mais 24 atletas para a equipe de natação do país nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020. O grupo agora tem 28 nadadores, somando com os atletas que já estavam classificados antes da seletiva do país e pode aumentar com a possibilidade de alguns atletas fazerem o tempo de consideração no Campeonato Europeu, ou em outras competições selecionadas pela British Swimming, a federação de natação da Grã-Bretanha.

Já tinham um lugar garantido na seleção britânica, os quatro nadadores que foram ao pódio no Mundial de Esportes Aquáticos de 2019, em Gwangju, na Coreia do Sul. São eles: Adam Peaty, Duncan Scott, James Wilby e Luke Greenbank. Mesmo já estando classificados, os quatro participaram da seletiva para selar a vaga e tentar a classificação em outras provas. Adam Peaty, por exemplo, venceu os 100m peito masculino e com os tempos da eliminatória e da final, agora tem os 20 melhores tempos da história na prova.

Benjamin Proud, foi um dos principais destaques individuais da seletiva, vencendo os 50m livre com 21.42, segundo melhor tempo do mundo no ano. Outro destaque foi a prova dos 200m livre masculino. Cinco nadadores fizeram tempos abaixo de 1:47, na prova que foi vencida por Duncan Scott com 1:44.47, com Thomas Dean na segunda colocação com 1:44.58, os dois melhores tempos do mundo em 2021. O bom desempenho coloca a Grã-Bretanha como uma das favoritas ao pódio no revezamento 4x200m livre masculino.


Entre as mulheres, a equipe vai contar com Molly Renshaw, que na seletiva quebrou o recorde britânico dos 200m peito feminino e fez o segundo melhor tempo do ano com 2:20.89. A briga pelo pódio está aberta nessa prova, já que a grande favorita, a russa Yulia Efimova não vai nadar os 200m em Tóquio, porque ficou em terceiro lugar na seletiva da Rússia. Outra candidata à medalha nos Jogos Olímpicos é Kathleen Dawson, que fez o melhor tempo do ano em 2021 nos 100m costas feminino, com 58.24.

Uma ausência importante na lista é Siobhan-Marie O’Connor. Medalhista de prata nos 200m medley na Rio 2016, a nadadora tem colite ulcerosa, uma doença crônica que causa inflamações no intestino. O’Connor não participou da seletiva e anunciou nas redes sociais que teve problemas para conseguir treinar desde o final de 2020 por complicações causadas pela doença.

Siobhan-Marie O’Connor e outros nadadores ainda podem se classificar para Tóquio 2020, dependendo do seu desempenho no Campeonato Europeu, no Meeting Internacional de Glasgow e em duas etapas no Circuito Mare Nostrum, com preferência para atletas que podem melhorar o resultado dos revezamentos britânicos. O’Connor participou dos revezamentos 4x100m medley e 4x200m livre na Rio 2016 e também fez parte da equipe do 4x100m medley misto que foi ouro no Mundial de 2015 (o revezamento misto faz sua estreia olímpica em Tóquio).

Equipe de Natação da Grã-Bretanha em Tóquio 2020

Masculino:
Kieran Bird
Tom Dean
Luke Greenbank
James Guy
Calum Jarvis
Dan Jervis
Joe Litchfield
Max Litchfield
Ross Murdoch
Adam Peaty
Jacob Peters
Ben Proud
Matthew Richards
Duncan Scott
Jacob Whittle
James Wilby

Feminino:
Freya Anderson
Kathleen Dawson
Anna Hopkin
Harriet Jones
Molly Renshaw
Alys Thomas
Sarah Vasey
Cassie Wild
Brodie Williams
Aimee Willmott
Alicia Wilson
Abbie Wood

Foto: Divulgação/British Swimming

Nenhum comentário:

Postar um comentário