FIBA divulga tabela do Brasil no Pré-Olímpico de Basquete masculino, na Croácia - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

FIBA divulga tabela do Brasil no Pré-Olímpico de Basquete masculino, na Croácia

Compartilhe


O caminho para Tóquio 2020 está traçado para a seleção brasileira masculina de basquete. Nesta quinta-feira (1º), a Federação Internacional de Basquete (FIBA) divulgou a tabela detalhada do Pré-Olímpico de Split, na Croácia, marcado para os dias 29 de junho a 4 de julho.

A competição está confirmada na Europa e terá no Grupo A a Alemanha, Rússia e o México, e o Grupo B conta com Brasil, Croácia e Tunísia. O Brasil estreia no dia 29 de junho, às 15h, diante da Tunísia. Na segunda rodada do Grupo B, já no dia 30 de junho, a seleção terá pela frente a dona da casa, a Croácia, no mesmo horário.

A equipe brasileira folga no dia 1º de julho e, caso fique entre as duas primeiras do seu grupo, se classificando para o mata-mata do torneio, irá cruzar com as equipes do Grupo A da disputa. A final do Pré-Olímpico de Split está marcada para o dia 4 de julho, quando será definido o campeão e o time classificado para Tóquio 2020.

O sistema de disputa funciona da seguinte forma: na primeira fase, em minigrupos, os times se enfrentam dentro das chaves, com Brasil, Croácia e Tunísia, e Alemanha, México e Rússia se encarando. Os dois melhores de cada chave avançam para as semifinais, quando os grupos se cruzam. O primeiro do Grupo A pega o segundo do Grupo B, e o primeiro do Grupo B pega o segundo do Grupo A. Os dois vencedores fazem a final do Pré-Olímpico.

A Croácia é a casa do técnico do Brasil, Aleksandar Petrovic. Ex-jogador de basquete e ex-técnico da própria seleção croata, ele também é irmão de Drazen Petrovic, um dos maiores jogadores da história da Croácia, que faleceu em 1993 em um acidente de carro, durante período de recesso da NBA, quando estava na Alemanha. Para Petrovic, jogar o Pré-Olímpico dentro de casa será normal.

"Para mim, vai ser um Pré-Olímpico muito complicado. Conduzi a seleção da Croácia em três momentos bem distintos. 1995, 2001 e 2016. E isso, seguramente, me faz conhecer a equipe e o ambiente muito bem. Não é a primeira vez que um treinador enfrenta sua ex-equipe. Isso já aconteceu outras vezes", disse Petrovic.

"Sou um profissional e estou 100% preparado para confrontar isso. Será importante saber como será jogado o Pré-Olímpico. Com público, sem público. Isso pode fazer uma boa diferença. E se chegarmos na decisão no dia 4 de julho, se for Brasil x Croácia, o staff e jogadores da Croácia sabem que conheço tudo sobre eles", concluiu..

Foto: Divulgação/FIBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário