DeAnna Price bate o recorde estadunidense no lançamento do martelo - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

DeAnna Price bate o recorde estadunidense no lançamento do martelo

Compartilhe


Apenas na sua segunda competição no ano, a campeão mundial DeAnna Price, Estados Unidos aumentou em 36 centimetros o recorde norte-americano do martelo na sexta-feira (09/04) no Botts Invitional, em Columbia, Missouri vencendo com 78,60 m.

Sua marca a deixou em terceiro na lista mundial de todos os tempos, atrás da recordista mundial Anita Wlodarczyk e da alemã Betty Heidler. É também o melhor lançamento do mundo desde agosto de 2018, e o melhor lançamento já registrado nos primeiros quatro meses do ano.

Qualquer um dos seis lances de Price em Columbia teria sido suficiente para vencer. Ela abriu com 72,52m e depois melhorou em cada uma das quatro rodadas seguintes, lançando 73,46m, 76,29, 77,20m e depois 78,60m. Ela completou sua série com 75,53m.

A canadense Jillian Weir foi a segunda com 69,81 m.

Menos de 24 horas depois, Brooke Andersen se tornou a segunda mulher americana na história a arremessar além de 78 metros.

Competindo no Wichita State Open em Kanses, a medalhista de prata pan-americana mandou seu martelo para 78,18m para vencer a competição. A atleta de 25 anos tinha como melhor 76,75 m.

Kilga vence com PB no decatlo e Williams fica em segundo tambbém para seu PB

O estoniano Karel Tilga fez um PB de nove segundos nos 1.500 para vencer o decatlo no Spec Towns Invitational, em Athens, Geórgia, no sábado (10).

Garrett Scantling, o campeão de heptatlo indoor dos EUA em 2020, teve um início promissor naquele que é seu primeiro decatlo em quase cinco anos.

O jovem de 27 anos, que perdeu a chance de entrar para a equipe olímpica dos Estados Unidos por apenas uma vaga em 2016 e depois se mudou para a NFL, começou sua competição com uma marca de 10,83 nos 100m, antes disso saltou para seu melhor com 7,56m no salto em distância, seguido de um arremesso de peso ao ar livre com melhor marca também de 16,20m.

Depois de sólidos 2,01m no salto em altura, ele terminou seu primeiro dia com 400m PB de 48,61, elevando sua pontuação para 4.406, fazendo assim uma pontuação satisfatória para o primeiro dia.

Mas Tilga, campeã de heptatlo indoor da NCAA, ficou logo atrás com 4355, tendo definido PBs no salto em distância (7,69m) e no salto em altura (2,10m).

Scantling manteve a liderança durante a maior parte do tempo, marcando as melhores marcas do campo nos 110m com barreiras (14,13) e salto com vara (5,22m), este último sendo realizado dentro do ginásio devido à chuva torrencial. Tilga continuou a por pressão, no entanto, com grandes desempenhos de 47,13m no disco e 66,55m no dardo.

Scantling entrou nos 1500m com uma vantagem de 157 pontos sobre Tilga, cerca de 25 segundos nos 1500m. Tilga de 2,00 m de altura abriu uma vantagem significativa sobre seu rival dos EUA na segunda metade dos 1500 m para parar o relógio em 4: 26,95 marcando mais PB, vitória com 8484. Scantling terminou com 4: 53,11, o suficiente para dar a ele uma boa marca sendo PB de 8476.

A americana Kendell Williams foi o destaque do primeiro dia do encontro, mas não foi no heptatlo, que é sua especialidade.

Foi no salto em distância, que se destacou com a melhor marca de sua vida na prova vida com 7,00m (1,4m / s).

Jasmine Moore, de 19 anos, especialista em salto triplo, foi a segunda com 6,83m, enquanto Chanice Porter foi a terceira com 6,77m.

O campeão dos 200 m indoor da NCAA, Matthew Boling, venceu o salto em distância masculino com 8,02 m (1,4 m / s).

Anna Hall, que completou 20 anos há apenas três semanas, dominou o heptatlo e venceu com 6200. Ela marcou PBs nos 100m com barreiras (13,64), salto em altura (1,88m), 200m (23,91) e salto em distância (6,03m) para vencer.

Foto: Kirby Lee/ Image of Sport

Nenhum comentário:

Postar um comentário