Zverev supera Tsitsipas e conquista título do ATP 500 de Acapulco sem perder sets - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Zverev supera Tsitsipas e conquista título do ATP 500 de Acapulco sem perder sets

Compartilhe

O tenista Alexander Zverev conquistou neste domingo (21), o título do ATP 500 de Acapulco, sem ceder sets durante o torneio inteiro. Para isso, o atleta alemão precisou derrotar o grego Stefanos Tsitsipas por 2 sets a 0, com parciais de 6-4 e 7-6, em 2h17 de jogo. Esse é o 14º troféu de campeão (em simples) na carreira de Zverev, o primeiro na temporada 2021. 


A vitória em Acapulco não muda o posicionamento de Zverev no ranking mundial, que permanece em sétimo lugar. No entanto, os pontos obtidos ajudaram na aproximação ao tenista suíço Roger Federer, atual número 6. O alemão tem agora 6070 pontos, 305 a menos que o 20 vezes campeão de Major. 


Mas chegar ao título do ATP 500 de Acapulco não foi fácil para Zverev. Apesar não encontrar dificuldades nas fases anteriores, sempre obtendo vitórias em dois sets, a decisão pelo caneco teve suas particularidades. 


Tsitsipas saiu na frente no placar da primeira parcial, e logo obteve uma quebra de serviço. O tenista grego ia fazendo um ‘monólogo’ na final, dominando o adversário e abrindo 4-1 no marcador. 


Mas pouco a pouco Zverev passou a jogar melhor e abriu sua retomada, cortando a diferença no sétimo game, ao devolver a quebra de serviço. Embalado, o tenista alemão aproveitou outro break point, assumindo a liderança no placar. Assim, bastou confirmar seu saque para vencer o set por 6-4. 


Zverev não foi bem no primeiro saque durante a parcial inaugural, acertando apenas 53%. Apesar disso, ele se mostrou mais decisivo, vencendo 76% dos pontos jogados com o primeiro serviço, contra 56% de Tsitsipas, fator que ajudou na definição do set. 


O segundo set foi ainda mais equilibrado. Zverev teve muitos problemas com seu serviço e cometeu seis duplas-faltas. Entre os games 9 e 10 houve uma troca de quebras de serviço, enquanto o alemão chegou a sacar para a vitória. Com isso a parcial foi ao tiebreak. Onde Tsitsipas não resistiu à pressão imposta por Zverev, que venceu por 7 a 3, fechando o set em 7-6. 


Zverev teve 10 chances de quebra de serviço no segundo set, aproveitando apenas uma. Mas ele seguiu tendo uma eficiência maior nos pontos disputados com o primeiro saque, com 78% (contra 68% de Tsitsipas). 


Foto: Carlos Perez-Gallargo/Reuters


Nenhum comentário:

Postar um comentário