Patinadora russa é suspensa por 10 anos por forjar documento falso para justificar doping - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Patinadora russa é suspensa por 10 anos por forjar documento falso para justificar doping

Compartilhe



A Federação de Patinação Artística da Rússia anunciou nesta quarta (3) que suspendeu a patinadora Maria Sotskova por 10 anos por violar as regras antidoping.  Sotskova, de apenas 20 anos, tesou positivo para uma substância proibida não divulgada, e fornecer o uma falsa autorização de uso terapêutico para explicar sua presença da substância em sua amostra.  A suspensão aplicada pela Federação é válida até 2030.


Sotskova terminou em oitavo nos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang 2018, mesma posição nos mundiais de patinação de 2017 e 2018. Ela tinha anunciado sua aposentadoria em julho do ano passado, aos 19 anos.


Esse é mais um caso de doping envolvendo um atleta russo. O País foi proibido de usar o seu nome nos jogos olímpicos de Tóquio em 2021 e de Pequim em 2022 como punição por Moscou ter fornecido à WADA dados de laboratório adulterados que poderiam ter ajudado a identificar fraudes com drogas. Os russos decidiram usar a sigla ROC nos próximos jogos olímpicos.


foto: Reuters

Nenhum comentário:

Postar um comentário