Ministério da Saúde afirma que atletas militares serão vacinados como grupo prioritário das Forças Armadas - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Ministério da Saúde afirma que atletas militares serão vacinados como grupo prioritário das Forças Armadas

Compartilhe



Após negativa no senado federal para vacinação prioritária dos atletas que vão aos jogos olímpicos,  O governo federal confirmou, por meio da pasta da saúde, que os atletas brasileiros que representam as Forças Armadas serão vacinados para a covid-19 como prioridade e serão vacinados antes de outros atletas. O Ministério da Saúde confirmou a decisão ao site globoesporte.com que consta no 'Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação' a vacinação prioritária dos atletas do Exército, Marinha e Aeronáutica. Mas até o momento não há data específica no cronograma do Governo Federal para o início dessa vacinação: 



"O Ministério da Saúde informa que não mede esforços e trabalha em todas as frentes para que todos os grupos prioritários recebam a vacina contra a Covid-19 o mais rápido possível. Os membros ativos das Forças Armadas - incluindo seus atletas - estão entre as prioridades do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19. A ordem dos grupos prioritários foi discutida com vários especialistas e o Ministério da Saúde reconhece a importância do trabalho desses profissionais para manutenção das forças de segurança no Brasil, neste momento de enfrentamento à pandemia" explicou em nota o Ministério da Saúde.


De acordo com dados do Ministério da Defesa, atualmente 541 atletas militares integram o Programa Atletas de Alto Rendimento (PAAR) das Forças Armadas. Destes, 42 atletas de 11 modalidades já estão com vaga garantida ou índice assegurado para os Jogos Olímpicos de Tóquio, alguns deles apenas aguardando convocação das respectivas seleções nacionais. Nos Jogos Olímpicos do Rio, 144 dos 465 atletas da delegação brasileira eram militares (cerca de 30% o total). Dentre os que ganharam medalhas para o Brasil, o percentual de atletas das Forças Armadas sobe para 68%.


Segundo o Ministério da Saúde, estes atletas fazem parte dos 364.036 membros das Forças Armadas incluídos entre os 29 grupos prioritários a serem vacinados nos próximos meses no Brasil. Os militares estão no 22º grupo, logo após trabalhadores da educação do Ensino Básico, trabalhadores da educação do Ensino Superior e de forças de segurança e salvamento. E estão logo à frente de trabalhadores dos serviços de transporte. 


A população brasileira atual é de 211 milhões de pessoas. A Vacinação contra a Covid-19 no Brasil  se iniciou em janeiro e até o momento, apenas idosos estão sendo imunizados. Até esta segunda-feira(15), receberam ao menos a primeira dose da vacina contra a Covid-19 um total de 9.716.458 de brasileiros, o que corresponde a cerca de 4,5% da população.


Com informações de globoesporte.com

Foto: David Goldman/AP

Nenhum comentário:

Postar um comentário