Quase um ano depois, Seleções de futebol de 5 e goalball retornam ao CT Paralímpico para treinos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Quase um ano depois, Seleções de futebol de 5 e goalball retornam ao CT Paralímpico para treinos

Compartilhe



As Seleções Brasileiras de futebol de 5 e goalball feminino e masculino voltarão ao Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, quase um ano depois, para iniciar uma fase de treinamento neste mês de fevereiro. Os atletas chegam nesta segunda-feira, 1º, e ficarão hospedados no CT até o dia 14.


Para promover o retorno dos atletas, o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) submeteu todos os atletas destas modalidades aos critérios exigidos pelo protocolo sanitário elaborado desde a reabertura parcial do CT, em julho do ano passado.


O plano de retorno deste ano inclui a área de hospedagem do local, que prevê duas pessoas por acomodação, no máximo, e que todas as refeições serão servidas nos quartos. Não será permitido o uso do restaurante ou áreas comuns do residencial.


As equipes têm vaga garantida nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020, que ocorrerão em agosto de 2021. A Seleção de futebol de 5 garantiu sua participação no megaevento ao ser campeã do Mundial de Madri, em junho de 2018. Já as equipes de goalball garantiram suas vagas no Mundial da modalidade, realizado em Malmo, na Suíça. Lá, o Brasil carimbou o passaporte para o Japão, pois o time masculino faturou o ouro, e o feminino, o bronze.


Os treinos presenciais de preparação para a competição mais esperada do ciclo foram interrompidos no primeiro semestre de 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus. O último encontro dos times foi na fase de treinamento que ocorreu de 1º a 9 de março. Menos de 10 dias depois, o CT Paralímpico fechou e só reabriu parcialmente em julho, quando a prefeitura da cidade de São Paulo autorizou que um pequeno grupo de atletas frequentasse o local.


“Os atletas serão avaliados por nutricionista e preparador físico por dois dias para ver como estão. Mesmo eles tendo feito treinos remotos, faz muito tempo que não treinamos juntos. Com os resultados das avaliações, vamos planejar os treinos e introduzir a bola para entrosamento e condicionamento com bola. Futebol de 5 não existe sem bola e eles estão há quase um ano sem bola”, explicou Fábio Vasconcelos, técnico da Seleção Brasileira de futebol de 5.


“Estou muito feliz por voltar aos treinos junto à Seleção na quadra. No ano passado, a gente treinou de maneira remota para suprir um pouco a necessidade de estar junto. Voltei à academia em novembro e este mês treinei na quadra do meu condomínio. Agradeço a minha confederação [CBDV] e ao CPB por fazerem de tudo para que tenhamos a melhor preparação possível. Vamos seguir um protocolo rigoroso e que é necessário neste momento. Sei que vamos vencer mais essa. Superar tudo isso vai ser a nossa medalha”, comentou Ana Carolina Duarte, bicampeã parapan-americana de goalball.


Nenhum comentário:

Postar um comentário