Karatsev vira contra Dimitrov e se torna primeiro qualifer em semifinal de Grand Slam desde 2000 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Karatsev vira contra Dimitrov e se torna primeiro qualifer em semifinal de Grand Slam desde 2000

Compartilhe

O conto de fadas continua para o tenista russo Aslan Karatsev (114º) no Australian Open 2021. Ele venceu o búlgaro Grigor Dimitrov (21º) de virada, por 3 sets a 1, com parciais de 2-6, 6-4, 6-1 e 6-2, em 2h32 de partida nesta terça-feira (16). Com este resultado Karatsev se torna o primeiro jogador vindo do torneio qualificatório (masculino) a se classificar à semifinal de um Grand Slam desde 2000


O último atleta que disputou o quali e chegou à semifinal de um Major foi o bielorrusso Vladmir Voltchkov (237º naquela ocasião), em Wimbledon 2000. Em sua campanha ele havia eliminado Juan Ignacio Chela, Cédric Piolini, Younes El Aynaoui, Wayne Ferreira e Byron Black, caindo diante Pete Sampras, campeão daquela edição


Karatsev é o tenista de pior ranking desde Goran Ivanisevic a chegar numa semifinal de Grand Slam. Na oportunidade o tenista croata, na época número 125 do ranking mundial da ATP, foi campeão do torneio de Wimbledon. Porém, diferente de Karatsev, ele não disputou o qualificatório já que foi convidado pela organização do Major na grama, após ter sido três vezes finalista. 


O último qualifer masculino a chegar na semifinal do Australian Open foi o tenista da casa Bob Giltinan, na edição de 1977. 


Em sua caminhada até a semifinal, Karatsev, de 27 anos, bateu outros dois top-20 além de Dimitrov: Felix Auger-Aliassime e Diego Schwartzman. O tenista russo se tornou ainda o primeiro jogador estreante em Grand Slam a alcançar a fase de semifinal. Ele disputou outros nove torneios qualificatórios de Major, perdendo em todos.


Surte + : Naomi Osaka tem vitória tranquila e está na semifinal do Australian Open


O jogo


Dimitrov foi o protagonista no primeiro set. Mesmo após sair perdendo, vendo seu serviço ser quebrado, o búlgaro remontou e quebrou três vezes o saque de Karatsev, para vencer facilmente por 6-2. Com autoridade ele disparou quatro aces e seis winners, cometendo menos erros não-forçados que o adversário (5 a 19). 


Mas na segunda parcial o tenista russo surpreendeu, novamente saindo na frente no placar. Dimitrov novamente devolveu a quebra em seguida, mas desta vez não conseguiu a virada. Karatsev conquistou outra quebra, desta vez no nono game e confirmou seu serviço seguinte, vencendo o set por 6-4. 


No início do terceiro set Dimitrov passou a sentir problemas nas costas, o que lhe trouxe grandes limitações físicas até o fim da partida. Ele pediu atendimento médico fora da quadra, mas não conseguiu mais se recuperar, abrindo uma porta para ao adversário russo. 


E Karatsev não desperdiçou a oportunidade. Fez 6-1 e 6-2 nos dois sets seguintes, terminando o jogo com 73% de aproveitamento dos break points (8/11) e 34 winners, além de 67% de pontos vencidos com o primeiro saque. 


"É uma sensação incrível. Claro que é minha primeira vez jogando - um Grand Slam – na chave principal, e pela primeira vez estou nas semifinais", disse Karatsev em sua entrevista na quadra. "É incrível”. 


“Foi muito difícil para mim controlar os nervos desde o início. Foi muito complicado. Tentei encontrar uma forma de jogar e depois no terceiro set ele sentiu as costas", explicou o tenista russo.


Foto: Reprodução/Twitter Australian Open


Nenhum comentário:

Postar um comentário