Em noite de despedida de Carol Albuquerque, Osasco bate o rebaixado São Caetano na Superliga de Vôlei feminino - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Em noite de despedida de Carol Albuquerque, Osasco bate o rebaixado São Caetano na Superliga de Vôlei feminino

Compartilhe



A noite no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP) já começou especial. O time da casa, Osasco, recebeu no sábado (27) o já rebaixado São Caetano pela décima rodada do returno da Superliga feminina de vôlei 2020/2021 no duelo que marcou o retorno do técnico Luizomar de Moura, totalmente recuperado de COVID-19, e a despedida oficial da levantadora campeã olímpica, Carol Albuquerque. No final, vitória das donas da casa por 3 a 0 (25/14, 25/07 e 25/13).

A homenageada da noite foi premiada com o Troféu VivaVôlei. Ser eleita como a melhor da partida mesmo tendo atuado tão pouco apenas reafirmou o carinho da torcida brasileira com a levantadora, que encerrou a carreira e o jogo em uma bola de segunda.

“Não consegui chegar no saque, faz fiz uma segundinha. Estou muito feliz e só tenho gratidão para expressar. Faltou a torcida, mas não podia mesmo em função da pandemia. Mas pode ter certeza, quando tudo isso passar, estarei na arquibancada do Liberatti. Osasco é minha casa, quero, de novo, agradecer pelo convite”, disse Carol Albuquerque.

A agora ex-levantadora ainda falou sobre o sentimento depois da super recente aposentadoria, embora ainda não tenha conseguido processar a novidade. “A ficha ainda não caiu, estou emocionada, mas ainda não parece que parei de jogar. Acho que amanhã é que a coisa vai bater. Mas estou feliz demais. Amo todos vocês”, concluiu Carol.

Foto: Osasco Vôlei Clube/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário