Com direito a eagle, Lydia Ko lidera torneio do LPGA Tour com duas tacadas de vantagem - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Com direito a eagle, Lydia Ko lidera torneio do LPGA Tour com duas tacadas de vantagem

Compartilhe

Atual número 29 do mundo, a neozelandesa Lydia Ko é a líder na primeira rodada do Gainbridge LPGA, torneio chancelado pela Ladies Professional Golf Association. Ela executou 65 tacadas no campo com par 72 e está na primeira colocação com duas jogadas de vantagem para as vice-líderes. 


Ko começou sua boa performance nesta quinta-feira (25), com um eagle no buraco 1, que tinha par 4. Além disso ela conseguiu outros seis birdies e apenas um bogey, que deixou a golfista da Nova Zelândia com sete tacadas abaixo do par. 


Duas tacadas atrás de Ko estão a dinamarquesa Nanna Koerstz Madsen (76ª) e a estadunidense Nelly Korda (4ª). Ambas executaram 67 tacadas e terminaram a rodada com seis birdies e um bogey. 


Sete golfistas dividem a sétima colocação do torneio: as estadunidenses Megan Khang, Jennifer Kupcho, Ryann O’Toole, a dinamarquesa Nicole Broch Lardsen, a sul-coreana Jin Young Ko (líder do ranking mundial), a chinesa Xiyu Lin e por fim a mexicana Gaby Lopez. Todas elas fizeram 68 tacadas. 


Neste momento, a projeção de corte no quadro do torneio inicia a partir das jogadoras com três tacadas acima do par do campo. A segunda rodada será realizada nesta sexta-feira (26). 


Um pouco mais sobre Lydia Ko


Apesar de ter saído da lista das 20 melhoras jogadoras do mundo, Ko é uma golfista que estará para sempre com o nome marcado na história. É ela a atleta mais jovem a assumir a liderança do ranking mundial da modalidade, quando tinha 17 anos, 9 meses e 9 dias de idade (em 2015). 


Não satisfeita com o primeiro recorde, Ko alcançou outra marca histórica. Ela é a mais jovem vencedora de Major no golfe feminino. Quando ergueu o troféu de campeã do Evian Championship em 2015, a neozelandesa tinha 18 anos, 4 meses e 20 dias. 


Além disso, é válido lembrar que Ko conquistou a medalha de prata nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016, ficando atrás apenas da sul-coreana Inbee Park, no retorno da modalidade ao programa esportivo do megaevento poliesportivo.  


Foto: John David Mercer/USA TODAY Sports

Nenhum comentário:

Postar um comentário