ATP Cup: Djokovic brilha na rodada inaugural; Espanha vence mesmo com desfalque de Nadal - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

ATP Cup: Djokovic brilha na rodada inaugural; Espanha vence mesmo com desfalque de Nadal

Compartilhe

A ATP Cup, uma espécie de ‘Copa do Mundo’ de tênis entre seleções nacionais, começou com tudo em terras australianas. A primeira rodada, disputada entre a noite da última segunda-feira (1º) e a manhã desta terça-feira (2), teve como destaques as vitórias de Novak Djokovic em simples e duplas, levando a Sérvia ao primeiro lugar do Grupo A, e a vitória da Espanha, mesmo com a ausência de Rafael Nadal, que não jogou após sentir uma contratura lombar


Pelo Grupo A, a Sérvia contou com o número 1 do mundo, Djokovic, para sair da parede no confronto contra o Canadá. Isso porque a seleção da América do Norte obteve uma vitória no confronto entre Milos Raonic (CAN) e Dusan Lajovic (SRB) por 2 sets a 0, com parciais de 6-3 e 6-4. 


Mas a situação mudou totalmente quando Djokovic entrou em quadra para encarar Denis Shapovalov. O canadense sucumbiu justamente nos games decisivos contra o sérvio, que teve boa atuação e deu o ponto para seu país ao vencer por duplo 7-5. O atual número 1 do mundo tem 26 vitórias e nenhuma derrota contra tenistas do Canadá em toda sua carreira. 


Na entrevista após o término de sua partida de simples, Djokovic anunciou que estava pronto para retornar à quadra e disputar o ponto decisivo nas duplas, ao lado de seu compatriota Filip Krajinovic. Juntos, os sérvios alcançaram mais uma vitória, ao baterem Raonic e Shapovalov por 7-5 e 7-6 (4), conquistando assim a vitória no confronto geral. 


Em duelo válido pelo Grupo B, a Espanha entrou em quadra sem poder contar com Nadal, mas saiu com a vitória por 3 a 0, sendo o único time a aplicar este placar no primeiro dia. Isso porque Pablo Carreno Busta e Roberto Bautista Agut fizeram a lição de casa e venceram os adversários australianos. 


Carreno Busta, duas vezes semifinalista do US Open, não encontrou dificuldades de bater John Millman por 2 sets a 0, parciais de 6-2 e 6-4 Dando o primeiro ponto à Espanha. Na sequência, Agut precisou virar um jogo muito difícil contra Alex De Minaur, para dar o segundo ponto ao seu país. Vitória por 2 sets a 1 (4-6, 6-4 e 6-4). 


Nas duplas, Carreno Busta fez parceria com Marcel Granollers para buscar a terceira vitória espanhola no dia. Eles venceram John Peers e Luke Saville por 6-4 e 7-5, fechando o dia com 100% de aproveitamento nos jogos.


O equilibrado Grupo C protagonizou as primeiras zebras da ATP Cup. Isso porque aconteceu tudo ao contrário do que se esperava no confronto entre Áustria e Itália. No confronto entre os números 2 dos times, Dennis Novak (AUT) venceu Fabio Fognini (ITA) com fáceis 6-3 e 6-2, enquanto o italiano era o favorito. 


Matteo Berrettini em ação no confronto da Itália contra a Áustria. Foto: Reprodução/ATP Tour

Já na partida entre os líderes de cada seleção, Matteo Berrettini levou a melhor sobre o atual campeão do US Open, o Dominic Thiem. Maior vitória da carreira do italiano, que bateu o austríaco por 6-2 e 6-4, contrariando o favoritismo de Thiem. 


Nas duplas, os tenistas que disputaram simples voltaram à quadra para fazer o jogo das duplas e resolver quem ficaria com a vitória no confronto. Melhor para os italianos Berrettini e Fognini que tiveram tranquilidade para bater Novak e Thiem por 6-1 e 6-4, assumindo provisoriamente a liderança no Grupo C. 


Por fim, Rússia e Argentina entraram em quadra no Grupo D. Os hermanos não tiveram chances contra os russos que contam com dois top-8 na equipe: Daniil Medvedev (4º) e Andrey Rublev (8º).


Enquanto Medvedev bateu Diego Schwartzman por 7-5 e 6-3, Rublev venceu Guido Pella por 6-1 e 6-2, num amplo domínio da Rússia nos confrontos de simples. 


Mesmo com duas derrotas, o duelo não foi totalmente ruim para os argentinos, que ainda arrancaram um pontinho dos russos ao vencer a partida de duplas. Méritos para Maximo Gonzalez e Horacio Zeballos que bateram Aslan Karatsev Andrey Rublev por 6-4 e 7-6 (4), deixando o placar final do confronto em 2 a 1. 


Confira como ficou o placar dos confrontos no geral


Grupo A

Sérvia 2 x 1 Canadá

Grupo B

Espanha  3x0  Austrália

Grupo C 

Itália 2 x 1 Áustria

Grupo D

Rússia 2 x 1 Argentina


Foto: Reprodução/AP Images 


Nenhum comentário:

Postar um comentário