Robert Scheidt fica com a prata em tradicional regata nas Ilhas Canárias - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Pesquisar:

Últimas Notícias

Robert Scheidt fica com a prata em tradicional regata nas Ilhas Canárias

Compartilhe
Robert Scheidt disputando posição em regata da Lanzarote Winter Seriers


Abrindo o ano em que vai para sua sétima Olimpíada, Robert Scheidt continua mostrando que aos 47 anos segue em boa forma. Na tradicional regata Lanzarote Winter Series, nas Ilhas Canárias, o duas vezes medalhista de ouro na classe Laser terminou com a prata na competição encerrada nesta quinta-feira (28). A prova foi marcada pelo início do ano olímpico para o velejador brasileiro, que começa o ano da mesma forma que encerrou 2020: no pódio.

A prova da classe Laser contou com uma flotilha de 31 embarcações e 10 regatas. Robert venceu duas e perdeu 58 pontos. Quarto colocado no último mundial de Laser, o francês Jean Baptist Bernaz fechou o torneio com  apenas 45 pontos perdidos para levar o ouro. O bronze foi para o italiano Giovanni Coccoluto com 64 pontos perdidos.

“O campeonato teve um bom nível técnico, com vários velejadores estrangeiros na raia. Foi um período ótimo de treinos e aproveitei bastante a oportunidade, já que tivemos boas condições de velejada, com clima quente em relação ao inverno europeu, e isso acaba sendo um paraíso. Agora é seguir em frente na preparação para os Jogos de Tóquio”, comentou o cinco vezes medalhista olímpico.

Martine Grael e Kahena Kunze faturam o ouro

Na semana passada, Martine e Kahena conquistaram o ouro na mesma competição, disputada na Marina Rubicón, nas Ilhas Canárias. As campeãs olímpicas na classe 49erFX perderam 52 pontos e terminaram em primeiro lugar, à frente de grandes nomes da classe, como as neerlandesas Annemiek Bekkering e Annette Duetz, que ficaram com a prata.

Ao todo, a competição na ilha espanhola contou com 228 velejadores de 34 países.

Foto em destaque: RCN Arrecife

Nenhum comentário:

Postar um comentário