Não haverá torcedores nos Mundiais de Esqui Alpino e Esqui Nórdico devido à pandemia de COVID-19 - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Não haverá torcedores nos Mundiais de Esqui Alpino e Esqui Nórdico devido à pandemia de COVID-19

Compartilhe

 


A Federação Internacional de Esqui (FIS) confirmou que não será permitida a entrada de torcedores nas Nos Mundiais de Esqui Alpino e Esqui Nórdico, nas cidades de Cortina d'Ampezzo (ITA) e Oberstdorf (GER), respectivamente, por conta da pandemia do novo coronavírus. Ambos os Comitês Organizadores disseram que esperam resultados diferentes, mas agora concordaram em ir em frente sem torcida presente. 

O Campeonato Mundial de Esqui Alpino será realizado em Cortina d'Ampezzo, na Itália, de 9 a 21 de fevereiro. Em seguida, está programado para ser seguido pelo Campeonato Mundial de Esqui Nórdico, em Oberstdorf, na Alemanha, de 23 de fevereiro a 7 de março.

A Itália e a Alemanha foram duramente atingidas pela crise sanitária mundial, com ambos os países relatando mais de dois milhões de casos e milhares de mortes. Embora a situação na Itália esteja mostrando sinais de melhora, o país continua relatando centenas de mortes pelo vírus diariamente.

Com a crescente preocupação com o surgimento de novas cepas e mutações da COVID-19, a Alemanha anunciou na última terça-feira (18), a extensão de seu lockdown até meados de fevereiro.

Em sua página no Facebook, o Comitê da cidade de Oberstdoft afimou que havia planejado a permissão de um número limitado de torcedores para assistir as competições de cross-country, combinação nórdica e salto de esqui, mas uma decisão foi tomada pelo seu Conselho de Supervisão de não permitir aglomerações devido a "questões de segurança".

It’s official! 🚫 Bis zuletzt hatten wir darauf gehofft, zumindest einer reduzierten Anzahl an Ski-Fans ein Live-Erlebnis...

Publicado por Oberstdorf 2021 em Terça-feira, 19 de janeiro de 2021


Apesar da notícia, os organizadores do Cortina 2021 insistem que o "show deve continuar" e que estão prontos para avançar com o "Plano B". 

"Chegou o momento que todos esperávamos evitar", dizia um comunicado no site da Cortina 2021.

"O Comitê Técnico deu seu veredicto: A Copa do Mundo de esqui alpino em Cortina seguirá adiante, mas sem torcidas ao vivo. Embora sempre esperássemos um desfecho diferente, a notícia não nos pegou totalmente despreparados - o show deve continuar. Durante essas semanas de incertezas, estivemos trabalhando em nosso Plano B e, passo a passo, criamos um mundo virtual onde logo estaremos prontos para recebê-los.

"Vamos trazer o Campeonato Mundial para a sua casa, vamos trazê-lo para nossas pistas, vamos trazê-lo de perto e pessoalmente com os atletas, nossos palestrantes vão levá-lo ao centro da ação e vamos levá-lo para trás e diante do palco do maior evento internacional organizado pela Itália na era COVID. Precisamos de você, do seu entusiasmo, da sua alegria, dos seus aplausos e de todo o seu apoio emocional."

Autoridades italianas já haviam solicitado que o evento fosse alterado de volta para 2022 por causa da pandemia de coronavírus. Cortina d'Ampezzo foi a única licitante a sediar a edição de 2021 do Campeonato Mundial, sem sucesso em suas tentativas de sediar as edições de 2013 e 2019.

Já a cidade alemã de Oberstdorf sediará o Campeonato Mundial de Esqui Nórdico da FIS pela terceira vez este ano, tendo feito isso anteriormente em 1987 e 2005.










Nenhum comentário:

Postar um comentário