Melbourne inicia preparação para receber nove torneios de tênis em 22 dias - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Melbourne inicia preparação para receber nove torneios de tênis em 22 dias

Compartilhe

Palco de partidas históricas, a Rod Laver Arena será usada só no Australian Open e na ATP Cup - Foto: Austadiums




Em fevereiro, Melbourne será por 22 dias o centro das atenções do tênis mundial. Isso porque a capital do estado de Victoria, na Austrália, receberá nove torneios de tênis neste período, incluindo o Australian Open. A cidade agora se prepara para a série de eventos após ATP e WTA acatarem as exigências do governo local, adiando em um mês a sequência de campeonatos no país, devido à pandemia de coronavírus.





E desses nove torneios, sete serão realizados no Melbourne Park, complexo que recebe desde 1988 o Australian Open. A casa do tênis local será palco de cinco eventos simultâneos entre 31 de janeiro e 6 de fevereiro: dois WTA 500, dois ATP 250 e a ATP Cup, competição entre países que reúne os melhores tenistas do mundo.





Esses torneios preparatórios para o Australian Open geralmente são espalhados por toda Austrália. No entanto, uma das demandas do governo local era concentrar todos os campeonatos de tênis em uma só cidade, evitando grandes deslocamentos dos atletas num período em que ainda se luta contra a pandemia.





De 3 a 6 de fevereiro e de 8 a 11 do mesmo mês, o Hume Tennis Centre, também localizado em Melbourne, receberá o Victorian Wheelchair Tennis Open e o Melbourne Wheelchair Tennis Open, que são torneios de preparação para o Australian Open, voltados aos tenistas que utilizam cadeiras de rodas.





De acordo com Craig Tiley, diretor do primeiro Grand Slam do ano, era importante garantir aos participantes o maior número de oportunidades possível para eles se prepararem para o Aberto da Austrália.





“Foi um ano incrivelmente difícil para todos e os jogadores tiveram oportunidades limitadas de competir ao longo de 2020. Esses eventos adicionais serão vitais para a preparação para o Austrálian Open”, justificou em entrevista ao jornal local Herald Sun.





Vale ressaltar, a mesma organização feita para os torneios será implantada para o gerenciamento de público nos locais de jogos. Quem tiver ingressos para uma zona de torneio, não poderá entrar em outra no mesmo dia.





Durante a preparação para o Aberto da Austrália, a Rod Laver Arena, principal quadra do complexo Melbourne Park, será usada penas nos jogos da ATP Cup. O evento também mandará jogos na Margaret Court Arena.





Já os torneios WTA 500 e ATP 250 serão disputados nas quadras da região oeste do complexo. Ainda durante o Australian Open, Melbourne Park receberá um torneio WTA 250 adicional, na segunda semana do Major, entre 13 e 19 de fevereiro.





Qualquer jogador que for disputar o Australian Open deverá entrar em quarentena até 16 de janeiro, além de passar por um teste de coronavírus (e testar negativo) 48 horas antes de voar para a Austrália, como parte de protocolos do estado de Victoria. Ao chegar no país, os atletas serão submetidos a um novo teste, além de passarem por exames regulares.





O Australian Open será realizado entre os dias 8 e 21 de fevereiro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário