Hugues Zango faz história no salto triplo e é o primeiro atleta de Burkina Faso a quebrar recorde mundial - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Hugues Zango faz história no salto triplo e é o primeiro atleta de Burkina Faso a quebrar recorde mundial

Compartilhe

Hughes Fabrice Zango bate recorde mundial

Representando Burkina Faso, Hugues Fabrice Zango bateu um novo recorde mundial no salto triplo indoor neste sábado (16). Ele fez história ao tornar-se o primeiro atleta de seu país a estabelecer uma melhor marca mundial, ao pular 18,07 metros. Ele superou o antigo recorde, pertencente ao francês Teddy Tamgho - curiosamente seu atual treinador - por 15 centímetros, e torna-se o primeiro homem ao quebrar a barreira de 18 metros em competições indoors.

Zango foi medalhista de bronze no Mundial de Atletismo de 2019 em Doha, Catar, e campeão africano em 2018, chegando como um forte candidato a conquistar uma medalha em Tóquio. Burkina Faso nunca conquistou uma medalha olímpica em sua história. 

O antigo recorde de Tamgho havia sido obtido em 2011 e Zango teve que esperar até sua última tentativa para quebrá-lo, durante uma prova que aconteceu em Aubière, na França. Veja o salto que lhe colocou no livro dos recordes da Federação Mundial de Atletismo:



Assim, ele se torna o primeiro homem a pular além dos 18 metros indoor, e é o primeiro atleta de Burkina Faso a estabelecer um recorde mundial. Com o feito, ele também se torna o primeiro africano a chegar ao topo mundial em um evento de salto masculino. O recorde mundial ao ar livre é de 18,29 metros, estabelecido pelo britânico Jonathan Edwards, em 1995.

Foto: World Athletics / Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário