Hugo Calderano deixa time alemão para se dedicar integralmente ao Circuito Mundial de Tênis de Mesa - Surto Olímpico

Pesquisar:

Arquivo do blog

Últimas Notícias

Hugo Calderano deixa time alemão para se dedicar integralmente ao Circuito Mundial de Tênis de Mesa

Compartilhe




O brasileiro Hugo Calderano está se despedindo do Liebherr Ochsenhausen. Número 6 do mundo e melhor atleta das Américas no ranking mundial, ele deixa o clube que defendeu por sete temporadas ao final da Bundesliga 2020/2021. O objetivo: se dedicar integralmente ao Circuito Mundial.

Com as mudanças promovidas no calendário e a valorização dos torneios internacionais com o WTT, o brasileiro optou por deixar as disputas locais. Com isso, terá mais tempo para treinar e se preparar para as principais disputas internacionais da temporada. Além disso, em meio à pandemia do novo coronavírus, os torneios WTT serão agrupados em curtas temporadas de sedes únicas, o que deixaria o brasileiro longe do clube por boa parte da temporada. O primeiro hub de torneios de 2021 será no Catar, de 28 de fevereiro a 13 de março.

“Preciso focar na minha carreira e nos eventos internacionais. Então, acho que essa decisão é a melhor para mim e para o clube. É claro que estarei aqui até a última partida dando o máximo para garantir que a gente chegue aos playoffs. E seria fantástico se eu pudesse me despedir do time com um título”, disse Calderano.

O brasileiro seguirá treinando e morando em Ochsenhausen. Assim, terá uma base na Europa para realizar seus treinamentos e poder se deslocar com facilidade para todas as etapas do Circuito Mundial.

"Foi um período muito bom em Ochsenhausen, e não acabou ainda. O clube ajudou muito no meu desenvolvimento como atleta e pessoa. Meu coração sempre baterá pela equipe. Continuarei morando e treinando em Ochsenhausen porque a estrutura é ótima, sei que posso seguir evoluindo aqui", disse.

Hugo chegou a Ochsenhausen em 2014, aos 18 anos, logo após a conquista da medalha de bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude. Em quase sete temporadas, o brasileiro liderou o clube nas conquistas da Bundesliga e da Copa da Alemanha, ambas em 2019, além de outras quatro finais disputadas. Os títulos encerraram um jejum de 15 anos da equipe sem troféus.

O próximo compromisso do brasileiro na Bundesliga está marcado para 5 de fevereiro, quando sua equipe enfrenta o líder Borussia Düsseldorf, pela 16ª rodada da liga. O Ochsenhausen ocupa a terceira posição na tabela, com dez vitórias em 16 jogos. Os quatro primeiros colocados avançam aos playoffs.

Foto: Liebherr Ochsenhausen.

Nenhum comentário:

Postar um comentário