Federação Internacional de Ginástica anuncia mudanças na classificação para os Jogos de Tóquio - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Federação Internacional de Ginástica anuncia mudanças na classificação para os Jogos de Tóquio

Compartilhe

 

A Federação Internacional de Ginástica (FIG) anunciou na última terça-feira (19) que considera mudar o local do próximo torneio que valerá vaga para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O torneio deverá acontecer na Alemanha como previsto anteriormente, mas não mais na cidade de Stuttgart. As datas permanecem as mesmas até o momento, tendo seu início no dia 20 de março até o dia seguinte. A decisão da FIG sai até o fim deste mês.

Devido à pandemia da COVID-19, a FIG foram uma das federações que mais sofreram alterações em seu calendário. 

A etapa programada na Copa do Mundo de Ginástica Aeróbica na cidade portuguesa de Cantanhede foi cancelada, estando inicialmente marcada para ocorrer entre os dias 26 e 28 de março. 

Na ginástica artística, a Copa do Mundo de Aparelhos em Cottbus, na Alemanha, prevista para acontecer de 25 a 28 de fevereiro, foi cancelada.

O outro evento a ser cancelado é a Copa do Mundo de Trampolim em Baku, no Azerbaijão, sendo marcada para os dias 13 e 14 de fevereiro.

Três Copas do Mundo de ginástica acrobática também foram adiadas, incluindo uma prova na Maia, em Portugal, que foi adiada das datas originais de 5 a 7 de março para 14 a 16 de maio.

As Copas do Mundo em Oktyabrskiy, na Rússia, programadas para 19 a 21 de fevereiro, e Puurs, na Bélgica, programadas para 9 a 11 de abril, também foram adiadas.

A Copa do Mundo de Ginástica Aeróbica em Tóquio, que acontecia de 24 a 25 de abril, foi adiada.

As novas datas para as duas competições ainda não foram confirmadas. 

Em setembro, o Comitê Executivo da FIG aprovou as diretrizes médicas para eventos e competições durante a pandemia COVID-19. A competição sancionada pela FIG foi reiniciada em outubro com um evento de ginástica artística do circuito da Copa do Mundo em Szombathely, na Hungria.

Foto: Ministério da Cidadania

Nenhum comentário:

Postar um comentário