Esquiador Michel Macedo conquista ouro e prata no esqui alpino em provas disputadas nos Estados Unidos - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Esquiador Michel Macedo conquista ouro e prata no esqui alpino em provas disputadas nos Estados Unidos

Compartilhe


Nos dias 13 e 14 de janeiro, Michel Macedo, atleta de esqui alpino, participou das provas FIS de slalom gigante realizadas em Waterville Valley Resort (Estados Unidos), onde conquistou duas medalhas na modalidade. Ele finalizou a prova do dia 13 com a marca de 2min04s68, o que lhe rendeu 39.33 pontos FIS (quanto menos pontos FIS, melhor é o resultado) e a medalha de bronze. O atleta ficou apenas 41 centésimos atrás do primeiro colocado, o americano James Ferri.

Já na prova do dia 14, Michel alcançou a marca de 2min01s26, pontuando 35.67 pontos FIS e conquistando a medalha de ouro. Esse foi o segundo melhor resultado de Michel desde a mudança do cálculo de pontuação FIS na temporada passada (2019/20), e, com essa vitória, o atleta tem três vitórias em provas oficiais válidas pela FIS.

“Achei que esquiei muito bem, e o resultado mostra isso. No dia que ganhei, eu fiz o meu segundo melhor resultado em termos de FIS points”, comenta Michel.

O atleta está otimista com o restante da temporada, principalmente para o Campeonato Mundial. “Estou com alta expectativa para o resto da temporada especialmente em slalom gigante e estou bem animado para o Campeonato Mundial em Cortina d’Ampezzo em fevereiro”, concluiu.

A trajetória de Michel Macedo no esqui alpino brasileiro segue uma evolução constante, demonstrando todo o potencial do atleta, com grandes conquistas aos seus 22 anos de idade, como o melhor resultado brasileiro na modalidade nos Jogos Olímpicos da Juventude em 2016 e sua primeira participação nos Jogos Olímpicos de Inverno em 2018.

Michel é o maior medalhista do país em provas oficiais da modalidade, com um total de 12 medalhas após as provas em Waterville Valley. Ele está à frente de Jhonatan Longhi, que está com 4 medalhas, e Guilherme Grahn, que está com 1 medalha.

Foto: COB/Divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário