SurtoLista - 7 atletas brasileiros que se aposentaram em 2020


Foto: Divulgação/CBV




O atípico ano de 2020 por conta da pandemia de covid-19, com adiamento dos jogos olímpicos para 2021, muitos atletas decidiram não estender suas carreiras e abandonaram as pistas, as quadras, os gramados, as piscinas...





E o SurtoLista volta para lembrar alguns nomes importantes do esporte brasileiro que encerram a carreira.





Foto:Kai Pfaffenbach/Reuters




Mauro Vinícius ‘Duda’ da Silva – Em fevereiro, o saltador bicampeão mundial indoor Mauro Vinícius da Silva, o Duda, anunciou sua aposentadoria das pistas aos 33 anos. Além dos títulos mundiais conquistados em 2012 e 2014 no salto em distância, Duda disputou os jogos de Pequim e Londres, tendo como o melhor resultado um sétimo lugar em 2012.





Lucio – O zagueiro campeão mundial em 2002 anunciou sua aposentadoria também no início de 2020, aos 41 anos. Lucio esteve presente nos mundiais de 2006 e 2010, nos títulos da Copa das confederações de 2005 e 2009 e fez parte do grupo que foi eliminado nas quartas de final por Camarões nos jogos olímpicos de Sydney 2000. No total, Lúcio é – até o momento – o terceiro jogador com mais aparições com a camisa da seleção brasileira, com 105 partidas entre 2000 e 2011.





Serginho – Em maio, durante a pandemia de Covid-19, Maior medalhista brasileiro do vôlei anunciou sua aposentadoria das quadras aos 44 anos. Serginho, que em 4 olimpíadas (Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016) disputou 4 finais, conquistando dois ouros e duas pratas, marcou história na posição de líbero, sendo reverenciado no mundo como um dos maiores- senão o maior - jogadores da história na posição. Além dos ouros olímpicos, Serginho foi um dos pilares da era de ouro do vôlei masculino, com 2 títulos mundiais, 2 da copa do mundo e 7 da liga mundial.





Foto: Divulgação/Fiba




Leandrinho – Em setembro, Leandrinho surpreendeu e anunciou sua aposentadoria do basquete aos 38 anos, após receber uma proposta para integrar da comissão técnica do Golden State Warriors, equipe onde ele conquistou seu único título na NBA. Um dos maiores pontuadores da seleção brasileira, Leandrinho disputou 5 mundiais e os jogos olímpicos de 2012 e 2016 e na NBA, ele ganhou o prêmio de sexto homem do ano - melhor reserva – quando atuava no Phoenix Suns, único brasileiro na história a receber um prêmio individual na NBA.





Kaio Marcio – Setembro também foi a vez de outro atleta brasileiro se aposentar. Kaio Márcio anunciou sua retirada das piscinas aos 35 anos. Kaio esteve presente em 4 olimpíadas – com o melhor resultado sendo um sétimo lugar nos 200m borboleta em Pequim 2008, conquistou 9 medalhas em pan-americanos e conquistou o título mundial em piscina curta nos 100m borboleta em 2006.





Teliana Pereira – Mais uma atleta que anunciou aposentadoria em setembro foi Teliana, aos 32 anos. Teliana venceu 2 torneios WTA – quebrando um jejum de 27 anos sem títulos de tenistas brasileiras – chegando ao número 43 anos do ranking, terceira melhor brasileira ranqueada na história – atrás apenas de Maria Esther Bueno e Niege Dias. Em jogos olímpicos, Teliana esteve presente nos Jogos do Rio de Janeiro, competindo no simples, duplas e duplas mistas.





Foto: Sátiro Sodré/ SS press/ CBDA




Manuella Lyrio – Setembro foi realmente o mês das aposentadorias. Dona de 9 medalhas em Jogos pan-americanos, Manuella anunciou sua aposentadoria aos 31 anos.  Semifinalista dos 200m livre nas Olimpíadas do Rio em 2016, a brasiliense de 31 anos fez parte da seleção brasileira adulta por 13 anos, sendo uma das principais nadadoras brasileiras nos últimos anos.


Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem