Sam Mewis é eleita melhor jogadora de futebol dos Estados Unidos em 2020

 


A meio-campista Sam Mewis, do Manchester City, foi nomeada a melhor jogadora de futebol dos Estados Unidos em 2020. Ela recebeu 45% dos votos, contra 29% de Crystal Dunn e 11% de Lindsay Horan. Abby Dahlkemper e Christen Press também participaram da votação realizada pela US Soccer. 


Mewis teve grandes atuações mesmo com a conturbada temporada de 2020. Ela iniciou o ano jogando pelo North Carolina Courage, clube que defendia desde 2017. 


Em agosto Mewis foi anunciada pelo Manchester City, clube pelo qual já soma seis gols em 14 partidas. Ela marcou um dos gols da vitória das 'Cityzens' na final da FA Cup contra o Everton por 3 a 1, tornando-se a segunda estadunidense a anotar um tento na decisão do torneio (Carli Lloyd foi a primeira, em 2017). 


Já com a camiseta da seleção dos Estados Unidos, Mewis disputou oito partidas, marcando quatro gols, dois contra a Costa Rica e dois contra o México, ambos em confrontos válidos pelas eliminatórias para os Jogos Olímpicos de Tóquio. 


“Estou muito emocionada por ter tido a oportunidade de jogar pelos EUA e por dois clubes fantásticos este ano. Minha família e meu marido têm me apoiado muito e até mesmo ter a oportunidade de jogar futebol este ano, com tudo tão incerto, tem sido um presente", revelou Mewis, após ter sido anunciada como melhor jogadora do país. 


Apesar da premiação nos Estados Unidos, Mewis sequer foi considerada para prêmios na cerimônia 'The Best', realizada pela FIFA na semana passada. 


A premiação de melhor jogadora de futebol dos Estados Unidos é distribuída desde 1985. Mewis foi a 17ª atleta diferente a conquistar o prêmio. Abby Wambach segue como a maior detentora da honraria, com seis conquistas. 


Critérios de escolha


Os votos para o prêmio de melhor jogadora do ano nos Estados Unidos são coletados do técnico da seleção nacional, jogadoras da seleção nacional, membros do Conselho de Diretores de Futebol dos Estados Unidos, membros do Conselho de Atletas de Futebol dos Estados Unidos, treinadores da Liga Nacional de Futebol Feminino e membros da mídia. Além disso, treinadores universitários selecionados também votam. 


Foto: Reprodução/International Champions Cup

Comente

Postagem Anterior Próxima Postagem