Discussão de planos para o Australian Open entra na reta final diante crescimento de rumores sobre cancelamento - Surto Olímpico

Anúncio

Anúncio
Se inscreva em nosso canal!

Discussão de planos para o Australian Open entra na reta final diante crescimento de rumores sobre cancelamento

Compartilhe

 


O diretor do Australian Open, Craig Tiley, segue confiante quanto a organização e realização do primeiro Grand Slam da temporada. Ele revelou que a discussão dos planos para o torneio estão entrando na reta final e uma definição será divulgada "muito em breve". 


No entanto, algumas afirmações de Tiley sobre as chances do torneio não ser realizado em 2021 acabaram vazando para a imprensa australiana, logo após um de seus almoços de negócio, o que contribuiu para o crescimento dos rumores de cancelamento do Major.  


De acordo com o jornal local The Age, fontes ligadas à Tennis Australia desmentiram boatos de cancelamento, afirmando que as falas de Tiley foram mal interpretadas e que ele apenas disse o que vem repetindo há meses: "na melhor das hipóteses, o torneio ocorrerá com multidões de até 75% da capacidade e na data programada ou, na pior das hipóteses, o evento não ocorrerá de forma alguma".


Para controlar a situação, a Tennis Australia divulgou um comunicado nesta terça-feira (1º), afirmando que está trabalhando produtivamente com autoridades do estado de Victoria, para que Melbourne possa receber o torneio com segurança. Além disso, os organizadores deverão revelar em breve a quantidade de ingressos que estarão disponíveis e quantas pessoas poderão entrar no Melbourne Park diariamente durante o evento. 


"Também estamos em comunicação constante com a comunidade global do tênis, incluindo os torneios, os jogadores e suas equipes, para falar sobre os planos para o evento e como eles poderão treinar com segurança e se preparar para um torneio de Grand Slam", disse Tiley, no comunicado da Tennis Australia. 


Torneio deverá ser adiado para fevereiro


Programado originalmente para começar no dia 18 de janeiro, o Australian Open deverá ser adiado para o mês de fevereiro, já que após uma determinação do governo de Victoria, os tenistas poderão entrar no país somente no início de janeiro, algo que atrasa o início da quarentena obrigatória de 14 dias dos atletas. 


O ministro dos esportes de Victoria, Martin Pakula, também reiterou sua crença de que o Aberto da Austrália seguirá em frente e será realizado em 2021.


"Dados os protocolos de saúde e quarentena que os jogadores e suas respectivas equipes de suporte terão que aderir, entendemos que a Tennis Australia precisa ter discussões profundas com a ATP e WTA, e os apoiamos. Continuamos confiantes de que o Australian Open será realizado". 


Foto: Reprodução/Twitter Australian Open

Nenhum comentário:

Postar um comentário